Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Brasil: padre desaparece e manda mensagem com pedido de socorro

Pe. Gilmar

Paróquia Santa Teresinha - Róger

Reportagem local - publicado em 15/10/20

O sacerdote saiu para atender um velório e não foi mais visto

O desaparecimento de um padre mobiliza a comunidade católica de João Pessoa, PB, e policiais de três estados.

O padre José Gilmar Moreira, de 46 anos, saiu para fazer orações em um velório na manhã de terça-feira, 13 de outubro. Entretanto, ele não chegou ao velório nem foi mais visto.

O que mais intriga, porém, é que cerca de 40 minutos depois de deixar a paróquia de Santa Teresinha em João Pessoa, enviou uma mensagem para outro padre. No celular, apenas uma palavra: “socorro”.

Imediatamente, funcionários da paróquia e amigos acionaram a polícia. Eles também estão fazendo buscas pela cidade para tentar localizar o sacerdote. Mas, até agora, sem sucesso. 

Padre Gilmar é de São Paulo e está em João Pessoa há nove meses. Ele é o responsável pela paróquia de Santa Teresinha, que fica no bairro Alto Róger.

Polícia investiga o desaparecimento do padre

A Polícia Civil da Paraíba investiga o caso. Uma das ações dos policiais, por exemplo, foi rastrear o celular do sacerdote. O objetivo é tentar identificar sua localização.

Por outro lado, a Polícia Rodoviária Federal disse que um carro parecido com o que o sacerdote estava teria sido visto na BR-101, sentido Recife. Os policiais vão analisar as imagens das câmeras da rodovia. Ao mesmo tempo, equipes dos estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte também se juntaram às investigações. 

Arquidiocese pede orações

A Arquidiocese da Paraíba divulgou nota oficial em que diz que está acompanhando o desaparecimento do padre Gilmar. Além disso, pede orações aos fiéis.

Leia a íntegra do documento:

“A Arquidiocese acompanha com atenção o caso do desaparecimento do Pe. José Gilmar Moreira, SV, pároco da Paróquia Santa Teresinha, no bairro do Roger, em João Pessoa.

A informação de que se dispõe oficialmente é que o religioso saiu de casa por volta das 11h desta terça-feira, dia 13, para atender a um pedido de oração das exéquias e, desde então, não há informações sobre o seu paradeiro. Desde o fim da tarde de ontem as autoridades policiais estão empenhadas na solução do caso.

A Arquidiocese, por meio de seu Arcebispo, clero, religiosos, religiosas e fieis de um modo geral, segue unida em oração para que o caso seja elucidado e o desfecho seja o melhor possível.

Nos mantenhamos fortes na fé, perseverantes na oração e confiantes no Deus que não nos desampara.

João Pessoa, 14 de outubro de 2020

Arquidiocese da Paraíba”

Outro caso

Este, no entanto, não foi o único caso de sacerdote desaparecido nos últimos dias no Brasil. O padre Adriano da Silva Barros, da Paróquia de São Simão em Simonésia, MG, deixou a cidade na terça-feira, 13 de outubro. Ele iria visitar a mãe em outro município. Entretanto não chegou à casa dela nem deu notícias.

No outro dia, infelizmente, o corpo dele foi encontrado carbonizado e com marcas de facadas. A polícia acredita que ele tenha sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).


Padre Luciano Lustosa

Leia também:
Brasil: padre é levado à polícia porque pintou a cruz da igreja e arquidiocese reage

Tags:
BrasilPadres
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia