Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Decreto permite que Aparecida volte a receber ônibus de turismo

SANTUÁRIO NACIONAL DE APARECIDA

Ana Paula Prada

Santuário de Aparecida

Reportagem local - publicado em 15/10/20

Meio de transporte é o mais utilizado pelos romeiros, mas, por causa da pandemia, a entrada desse tipo de veículo na cidade estava proibida há quase sete meses

Um decreto liberou a entrada de ônibus de turismo em Aparecida, SP. A decisão vale a partir desta quinta-feira, 15 de outubro.

O acesso de veículos grandes no município estava proibido há quase sete meses. O objetivo era controlar a entrada de romeiros e, consequentemente, as aglomerações no Santuário de Aparecida. Tudo, portanto, para evitar a possível disseminação do coronavírus.

De acordo com o Santuário, em 2019, por exemplo, 14 mil grupos de romeiros fizeram sua peregrinação até Aparecida utilizando os ônibus fretados.

Na verdade, a liberação desse tipo de transporte só aconteceu depois que a região do Vale do Paraíba avançou para a fase verde do Plano São Paulo. O plano é uma iniciativa do governo para definir a retomada do funcionamento de setores da economia. Isso depende, entretanto, do número de casos registrados de Covid-19. Além disso, a capacidade de leitos de UTI de cada cidade também impacta na decisão.

Atrações turísticas em Aparecida

O decreto da prefeitura também alterou o funcionamento de atrações turísticas na cidade de Aparecida. Agora, museus e aquário poderão operar com 60% da capacidade de público.

Já os bondinhos poderão funcionar com o máximo de quatro pessoas em cada um. Mas atenção: os ocupantes precisam ser da mesma família.

Quanto à rede hoteleira, o decreto determinou que hotéis e pousadas só podem receber 60% de sua capacidade.

Público nas Missas

O decreto autoriza ainda a ampliação de 50% da capacidade de público nas celebrações das igrejas da cidade. Porém, a administração do Santuário informou que manterá apenas mil pessoas por celebração na Basílica. A capacidade, entretanto, é de 35 mil pessoas.

A única mudança é que Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida passará a acolher os devotos. Nesse local haverá celebrações simultâneas às da Basílica.

APARECIDA
Santuário Nacional de Aparecida

Medidas de prevenção

As celebrações com a presença de fiéis no Santuário Nacional de Aparecida voltaram a acontecer em julho. Elas ficaram quatro meses suspensas. Mas quem vai até o complexo religioso precisa passar por um forte protocolo de segurança. Tudo para evitar a disseminação do coronavírus.

Desde o início da pandemia, o Santuário reforçou, por exemplo, a higienização das áreas comuns. Por outro lado, os devotos precisam fazer a sua parte. Usar máscara de proteção e medir a temperatura antes de entrar no complexo são medidas obrigatórias.

Funcionários controlam o fluxo de visitantes no local. Na verdade, existe um número máximo de pessoas autorizadas a entrar. O número, todavia, é bem abaixo da capacidade total.

Nas Missas, são permitidos dois fiéis por banco. Frascos com álcool em gel para higienização das mãos foram espalhados por toda a área do Santuário, assim como cartazes educativos.


aparecida

Leia também:
Autorizada a reabertura gradual do Santuário de Aparecida




Leia também:
Turismo religioso no Brasil: impactos e tendências para o pós-pandemia

Tags:
AparecidaPandemia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia