Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconEstilo de vida
line break icon

9 razões para você vencer a preguiça

MULHER OLHANDO PARA O DESPERTADOR

Shutterstock

Dolors Massot - publicado em 21/10/20

É um vício tão fácil de se cair... Aqui está por que é importante se proteger zelosamente contra a preguiça

Quantas vezes pensamos: “farei isso mais tarde” ou “não estou com vontade de fazer esse trabalho agora”? A preguiça é como as raízes de uma figueira que se estendem por toda a parte, cobrindo o máximo de terreno possível. Quando você percebe, essas raízes já se tornaram tão fortes que podem levantar o asfalto do chão ou derrubar paredes próximas. Por isso, é preciso vencer a preguiça.

Se cedermos à preguiça nas pequenas coisas, já estamos começando a perder a batalha. Como acontece com todos os vícios, a preguiça é uma ladeira escorregadia. Uma vez que abrimos voluntariamente a porta para ela, ficamos cada vez mais acostumados e nos permitimos cada vez mais. As tarefas que costumávamos fazer com relativa facilidade parecem se tornar mais difíceis. Temos menos vontade de trabalhar e ficamos mais reticentes para enfrentar desafios e situações que exigem esforço.

Ceder à preguiça significa aceitar o fracasso. Cada vez que decidimos não acordar a tempo para poder ficar descansando na cama, cada vez que adiamos o trabalho do dia, cada vez que fazemos um trabalho mal e apenas o fazemos para podermos retirá-lo da lista, nós estamos nos prejudicando.

Enfim, aqui estão algumas razões mais concretas pelas quais a preguiça é tão prejudicial para nossas vidas:

1. Porque a pessoa é moldada pelos seus hábitos, dia a dia

Se eu decidir não cumprir meu dever hoje e tomar a mesma decisão amanhã, logo terei o hábito de não cumprir meu dever. De fato, é difícil quebrar maus hábitos e temos que redobrar nossos esforços se quisermos voltar ao caminho certo. Na verdade, recuperar-se de um mau hábito é como quebrar a perna: temos que fazer fisioterapia, e será mais difícil para nós realizar o simples ato de andar.

2. A preguiça está ligada a orgulho, vaidade, ganância e luxúria

Se eu der rédea solta à preguiça, estarei diminuindo meu nível de força e perseverança em relação aos outros vícios. Por conseguinte, ceder à preguiça é como deixar o ar frio (ou quente) entrar por uma rachadura. Ou seja, mesmo que for uma rachadura pequena, será suficiente para mudar a temperatura de todo ambiente.

3. Se formos preguiçosos, perderemos coisas interessantes e importantes na vida

Por exemplo, é difícil para uma pessoa preguiçosa se preparar para um exame ou para qualquer outra coisa que exija trabalho constante por um determinado período de tempo. Também é possível que, se não sairmos da cama na hora certa, um dia perderemos o horário de um compromisso importante e perderemos uma oportunidade profissional por preguiça.

4. É necessário vencer a preguiça, pois ela deforma nossa consciência

Se somos preguiçosos, teremos a tendência de inventar explicações que justifiquem nossas ações: “Ninguém me disse”, “Achei que seria capaz de fazer isso, mas não sabia sobre aquilo”. Ou seja, este é um processo mental (que escolhemos livremente) pelo qual tornamos nossa consciência relaxada. De fato, no primeiro dia que faltamos à aula, pensamos muito sobre isso e sabemos que está errado, mas na quarta vez que o fazemos, não nos importamos mais.

5. A preguiça nos leva a deixar coisas para depois; assim teremos menos tempo para fazer o que devemos

Se estamos sempre correndo atrás de coisas que deveríamos ter feito antes, isso nos força a trabalhar com pressa e fazer as coisas com menos atenção do que o necessário. Acima de tudo, estaremos estressados ​​o tempo todo e raramente faremos as coisas bem.

6. É preciso vencer a preguiça, pois ela nos torna escravos dos nossos caprichos

A preguiça confunde nossas prioridades e acabamos fazendo por último o que deveríamos ter feito primeiro. Isso porque muitas vezes o que é mais importante é também o mais difícil. Lembro que, quando era estudante, na hora do exame, era tentado mil vezes a parar de estudar e começar a arrumar minha mesa. Algo semelhante já aconteceu com você? Isso continua acontecendo comigo de mil maneiras agora. Mas essas são distrações que devemos ignorar a fim de nos concentrarmos em nossas prioridades.

7. Deixar as tarefas e obrigações para depois só causa acúmulo de dificuldades

Se procrastinarmos em nossas tarefas domésticas, por exemplo, em muito pouco tempo nos encontraremos com uma montanha de roupas para lavar ou dobrar, uma pilha de pratos na pia ou um centímetro de poeira sobre as prateleiras. E isso serve para todos os outros afazeres da vida.

8. A preguiça não prejudica apenas os outros, mas também a nós mesmos

Ela destrói a virtude e, portanto, prejudica nosso caráter. Ser preguiçoso nos torna irresponsáveis, fracos, inconstantes e até mesmo desonestos e não confiáveis. Ou seja, é um vício terrível.

9. A preguiça tem muitas máscaras

Por exemplo, ela se esconde detrás dos sentimentos. “Não me sinto emocionalmente preparado para fazer este trabalho agora”. Ou: “é melhor deixarmos esta conversa para amanhã”. Outra máscara é a falsa preocupação com os outros, o que nos levaria a dar prioridade às atividades sociais (de um time esportivo, de uma associação, etc. – “não posso decepcionar meus companheiros!”). Assim, abandonamos nossos deveres pessoais, religiosos e familiares importantes.

Enfim, é preciso vencer a preguiça para ter uma vida mais plena, mais cheia de energia e repleta de realizações.


PROFESSIONAL,WOMAN,WORKING

Leia também:
Siga estes 2 passos e pare de procrastinar (agora!)


LAZY

Leia também:
9 estratégias dos santos para combater a preguiça

Tags:
EstressesonoTrabalho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia