Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

As janelas da covid: 4 histórias que suavizaram distâncias e despedidas

Janelas da covid: jovem escala hospital para acompanhar mãe em sua reta final

Twitter | @mhdksafa (Fair use)

Francisco Vêneto - publicado em 22/10/20

4 histórias inspiradoras de janelas que suavizaram distanciamentos e despedidas

As janelas da covid são fechadas: a doença impôs distanciamentos e barreiras cruéis entre pessoas que se amam e que, em muitos casos, não puderam sequer se despedir na partida deste mundo.

Mas a força da presença abriu milhares de janelas para iluminar e ventilar o que o coronavírus tinha tornado sombrio e sufocante.

Camila e Collin

Camila Baldasso tem 17 anos e testou positivo para a covid-19. Seu namorado Collin Ouellette, de 19, decidiu então passar pela janela de Camila todos os dias até que ela vencesse o coronavírus. Assim, o jovem casal do Texas, nos Estados Unidos, conseguiu continuar se encontrando com segurança apesar das restrições impostas pela quarentena.

E não era só uma “passadinha”: Collin, afinal, instalava uma cadeira em frente à janela de Camila e passava tempo substancial com ela sempre que possível, mesmo que não pudessem conversar o tempo todo. Era a força da presença. Era a importância de mostrar-se próximo. Camila, de fato, comentou sobre o gesto de Collin:

“Ele estava triste porque não podíamos nos ver, mas me disse que estaria comigo o tempo inteiro”.

As janelas da covid

Esse relato fez sucesso recentemente nas redes sociais, mas não é a primeira história inspiradora sobre covid e janelas.

Jovem escala parede para acompanhar a mãe em sua partida desta vida

O jovem palestino Jihad-AlSuwaiti, de 30 anos, deixou o mundo inteiro arrepiado em julho de 2020. Ele não se importou com a altura do quarto do hospital onde a mãe dele, Rasmi, estava internada com covid-19 na Cisjordânia. Todas as noites, ele escalava a parede do prédio para observá-la pela janela, porque não podia entrar no quarto devido ao isolamento obrigatório. Quem vai saber o que o rapaz dizia para ela do lado de fora da janela? Só Deus… E foi da janela que Jihad viu a mãe, de 73 anos, falecer. Foi como ir vendo uma vela que se apagava lentamente… até que passasse a brilhar na eternidade.

Bisnetas visitam bisavós pelo vidro da porta da frente

Reprodução Redes Sociais

Os bisavós Theresa e Ray Cossey têm 81 anos e moram na Virgínia, EUA. Os internautas se emocionaram com uma foto da inusitada visita que os “bisos” receberam da neta Vickie e das bisnetas Florence, de 3 anos, e Edith, de 1. Elas foram vê-los através do vidro da porta da frente, porque Ray e Theresa são do grupo de risco não só pela idade, mas também porque Theresa estava com câncer de mama e com o mal de Parkinson. Vickie vestiu as meninas com roupas impermeáveis e as levou para conversar com Ray e Theresa via celular em frente à porta de vidro.

A jovem mãe descreveu a situação como “triste”, porque “é como olhar para eles num aquário”. Mesmo assim, ela não queria deixá-los sem ver de algum modo as pequenas, já que elas costumavam visitar os bisavós toda terça-feira para tomar café com eles. Ray declarou que a visita foi “extremamente especial” e que ficou “muito feliz e emocionado”.

Filho se despede da mãe pela janela do segundo andar

bombeiros filho despedida mãe asilo
Circle Retirement Community / Redes Sociais (Reprodução)

Jean Wolf tinha 94 anos e era professora aposentada. Ela vivia no asilo Circle Retirement Community, em Bridgewater, no Estado norte-americano da Virgínia. A pandemia de covid-19, porém, alterou bruscamente as visitas familiares ao asilo. Por isso, o filho da professora, Scott, não pôde entrar no edifício para ver a mãe em seus últimos momentos. A coordenadora da entidade, Sarah Petty, informou a Scott que sua mãe estava prestes a partir desta vida.

Mas como ele poderia se despedir? Havia restrições severas para entrar no asilo, porque, além do risco para os residentes, também a mulher de Scott faz parte do grupo de risco: ela está em tratamento com quimioterapia. Sarah então pediu ajuda ao Corpo de Bombeiros e eles rapidamente aceitaram ajudar Scott a ver sua mãe pela última vez neste mundo. Eles usaram o caminhão da corporação para erguer o homem até a janela do segundo andar. Deste modo, Jean e Scott puderam se despedir. A professora, de fato, faleceu no dia seguinte.

Tags:
AmorCoronavíruscovid-19Família
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia