Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Venezuela: padre é assassinado na porta da igreja

PRIEST

PIXABAY

Reportagem local - Ramón Antonio Pérez - publicado em 22/10/20

Ele tinha acabado de celebrar a Eucaristia a um pequeno grupo de fiéis

O padre José Manuel de Jesús Ferreira, 39 anos, foi assassinado na noite de terça-feira 20 de outubro. O crime aconteceu na cidade de San Carlos, Cojedes, a 270 quilômetros da capital, Caracas.

De acordo com comunicado da diocese local, o padre tinha ministrado a Eucaristia a um pequeno grupo de pessoas. Tal celebração, de fato, era comum por causa das restrições da pandemia. Entretanto, quando saía da casa paroquial para se despedir dos fiéis, bandidos dispararam contra o sacerdote. Testemunhas disseram que ele teria tentado reagir a um assalto.

De origem portuguesa, o padre assassinado era pároco do Santuário São João Batista, na cidade de San Carlos. O bispo da cidade, Monsenhor Polito Rodríguez, exortou os fiéis a se unirem na fé neste momento difícil:

“Irmãos, nestes momentos a fé nos sustenta. É certo que a tristeza e a dor nos embargam. Mas, acima de tudo, confiemos no senhor, pois dele viemos e ele nos dirigimos”. 

A polícia está investigando o caso. Entretanto, até agora, ninguém foi preso.

Padre assassinado no Brasil

Outubro tem sido um mês violento para os padres da América do Sul. No dia 13 de outubro, por exemplo, dois sacerdotes foram raptados no Brasil. Um na Paraíba, outro em Minas Gerais.

A polícia encontrou o Pe. Adriano da Silva Bastos, de Manhumirim (MG), morto após ter desaparecido. Por outro lado, o Pe. José Gilmar, de João Pessoa (PB) foi raptado. Felizmente, policiais e um amigo o encontraram três dias depois com vida. No entanto, o sacerdote ficara em cativeiro. Os bandidos o confundiram com um motorista de aplicativo e exigiam dinheiro.

Também no Brasil,  no dia 3 de outubro, o Pe. Luciano Lustosa foi preso por pintar de marrom a cruz da própria paróquia depois que a prefeitura a tinha pintado de azul.


violência contra padres no Brasil

Leia também:
Outubro de cruz para padres no Brasil: um perseguido, um raptado, um assassinado

Tags:
PadresViolência
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia