Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 02 Março |
Santa Inês de Boêmia
home iconAtualidade
line break icon

32 países assinam declaração rejeitando aborto como direito humano

Nascituro

Francisco Vêneto - publicado em 23/10/20

"Algumas nações ricas e agências da ONU em dívida com elas afirmam erroneamente que o aborto é um direito humano", denuncia representante dos EUA

Aborto como direito humano? Nesta quinta-feira, 22 de outubro, 32 países firmaram a Declaração de Consenso de Genebra (Geneva Consensus Declaration). Trata-se de um documento histórico, porque rejeita justamente a narrativa ideológica de que o aborto seria um “direito humano”.

Os Estados Unidos foram o anfitrião do evento de assinatura. Seu secretário de Serviços Humanos e de Saúde (HHS), Alex Azar, afirmou:

“Hoje estabelecemos um marco claro. As agências da ONU, de fato, não podem mais reinterpretar e interpretar erroneamente e sem prestar contas a linguagem que foi acordada. Assim, os governos têm o direito soberano de criar as suas próprias leis para proteger a vida inocente e de redigir os seus regulamentos sobre o aborto. Ao assinar hoje esta declaração, os Estados Unidos têm a honra de estar ao lado do Brasil, do Egito, da Hungria, da Indonésia e da Uganda, os co-patrocinadores inter-regionais da declaração”.

Além dos 6 países mencionados, outros 26 assinaram a declaração, totalizando 32 nações que somam mais de 1,6 bilhão de habitantes. Os países que não assinaram a declaração, aliás, mantêm a possibilidade de unir-se aos atuais firmantes.

Documento histórico

Alex Azar comenta:

“A Declaração de Consenso de Genebra é um documento histórico, porque estabelece claramente a nossa posição como nações no tocante à saúde das mulheres, à família, ao respeito pela vida e à defesa da soberania nacional. Portanto, é muito mais do que uma declaração de crenças. É uma ferramenta crítica e útil para defender esses princípios em todos os organismos das Nações Unidas e em todos os contextos multilaterais, utilizando uma linguagem previamente acordada pelos países-membros desses organismos”.

Além disso, o representante dos EUA acrescentou que a declaração dá resposta a uma “tendência inquietante” da ONU:

“Cada vez mais, afinal, algumas nações ricas e agências da ONU em dívida com elas afirmam erroneamente que o aborto é um ‘direito humano universal'”.

Aborto como direito humano?

De fato, políticas impostas unilateralmente vêm forçando países a aprovarem leis pró-aborto. Alex Azar declarou, ademais, que alguns países mantêm um foco “míope” numa “agenda radical ofensiva para muitas culturas, que inviabiliza o consenso quanto às prioridades para a saúde das mulheres”.

Por isso, o novo documento tem relevância histórica:

“Declararemos inequivocamente que não existe um direito internacional ao aborto. Com orgulho, colocaremos a saúde da mulher em primeiro lugar em cada etapa da vida”.

Mike Pompeo, secretário de Estado norte-americano, também participou do evento de assinatura:

“É a primeira vez que se cria uma coalizão multilateral em torno da defesa da vida. É um compromisso de trabalharmos juntos na ONU e em outros cenários internacionais para atingir resultados tangíveis”.


Padre Luiz Lodi

Leia também:
Condenado porque a justiça o atendeu: o complexo caso do padre e do aborto

Tags:
AbortoIdeologiaJustiça
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
3
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
4
Kathleen N. Hattrup
O homem que beijou a testa do Papa diz que se curou em Lourdes
5
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
6
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da missa
7
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia