Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 27 Novembro |
São Máximo de Lérins
home iconAtualidade
line break icon

Aluno chinês crê em Deus e por isso é forçado a passar aulas em pé durante 1 mês

Regime comunista chinês

TheDigitalArtist / Pixabay

Reportagem local - publicado em 16/11/20

Relato de missionário na China mostra o quanto é difícil e perigoso ser fiel à fé no regime ditatorial comunista, que é impositivamente ateu

Aluno chinês crê em Deus e é forçado a passar as aulas em pé durante 1 mês, denunciou a agência de notícias Asia News. O relato é do pe. Stanislaus, missionário na região noroeste da China.

O episódio de assédio moral do regime comunista chinês contra a liberdade religiosa e de opinião dos seus cidadãos demonstra que a intimidação sistemática não poupa nem a infância e a adolescência, visando moldar o pensamento da população conforme a visão de mundo imposta pelo comunismo, que é essencialmente materialista e, portanto, ateu.

O caso envolve um adolescente chamado Xiaoyu, que, na escola, foi obrigado a presenciar as aulas em pé durante mais de um mês porque declarou a sua crença em Deus e questionou a teoria da evolução, imposta pelo professor como fato indiscutível.

O testemunho do missionário se baseia no relato do pai desse aluno. Segundo ambos, o professor de Xiaoyu afirmou:

“A Bíblia diz que o homem foi criado por Deus, mas essa afirmação é incorreta. Deus não existe. O homem evoluiu a partir dos macacos. O que prova isto é a teoria da evolução de Darwin e os fósseis antropoides…”

Xiaoyu então perguntou:

“Professor, eu não entendo. Por que a teoria da evolução provaria que Deus não existe? Mesmo que os humanos tenham evoluído a partir dos macacos, de onde vieram os macacos? Como é que se poderia provar que eles não foram criados por Deus? Como foi que começou tudo o que existe?”

Aluno e professor prolongaram a discussão durante boa parte da aula, deixando a turma atônita. Afinal, é muito incomum, na China, tamanha “ousadia” de um aluno em questionar o que os professores afirmam.

Aluno chinês crê em Deus

No dia seguinte, o professor perguntou a Xiaoyu se ele tinha entendido, e, diante da resposta negativa, mandou-o passar a aula toda em pé. Aconteceu a mesma coisa no outro dia, e no outro, até que Xiaoyu ficou um mês inteiro assistindo às aulas sem poder sentar-se.

Ao voltar para casa, de acordo com os relatos do pai e do sacerdote, Xiaoyu perguntou à mãe o que fazer, já que não quer renegar a Deus nem pode continuar debatendo com o professor que “está nos impondo as verdades em que ele acredita e não admite dúvidas“.

Xiaoyu é um exemplo de que, mesmo sob décadas de brutal opressão ideológica, a fé em Deus persiste em incontáveis chineses fiéis à sua consciência – inclusive no âmbito escolar e universitário. Sim, existem alunos chineses que creem em Deus. E não são poucos. Mas também passa longe de ser pouco o sofrimento e os riscos que eles correm por causa da sua fé.

A orientação do sacerdote

O pai do jovem perguntou ao sacerdote se a família não deve incentivar o filho a estudar mais o assunto. O padre respondeu:

“Sim, devemos continuar estudando. Teoria é teoria. É possível responder de um ponto de vista mais objetivo. Por exemplo: qual é a base teórica da evolução segundo Darwin? Como podemos descrever a teoria atual do Big Bang sobre a origem do universo? Nada disto significa negar a fé. Este é o ambiente em que vivemos. Podemos continuar firmes na nossa fé, mas não precisamos criar discussões frontais”.

O sacerdote finaliza o seu depoimento à Asia News dizendo sobre o adolescente chinês:

“Coragem é a única coisa que ele tem. E ele está de pé!”




Leia também:
Com cristãos confinados, governo da China continuou destruindo igrejas e cruzes

Tags:
AteismocomunismoIdeologiaPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
MARADONA
Pablo Cesio
Pelé sobre Maradona: "Espero que um dia jogue...
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
John Burger
A melhor maneira de contar a seus filhos a ve...
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
POINSETTIAS,CHRISTMAS,ALTAR
A. J. Clishem
O segredo do grau de inclinação da cabeça de ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia