Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 16 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Corajoso cardeal sequestrado aos 90 anos dá resposta retumbante aos raptores

Cardeal Christian Tumi

AFP

Reportagem local - publicado em 17/11/20

O cardeal camaronês Christian Wiyghan Tumi foi raptado por separatistas que tentaram forçá-lo a gravar uma mensagem de apoio à sua milícia

Corajoso cardeal sequestrado aos 90 anos dá resposta retumbante aos raptores e impacta católicos do mundo todo, mesmo vários dias após o episódio. A violência foi perpetrada na noite de 5 de novembro e, no dia seguinte, os bandidos libertaram o cardeal – não sem antes ouvirem verdades que o idoso não teve medo de proclamar e que, até agora, continuam percorrendo as redes sociais.

Trata-se do cardeal camaronês Christian Wiyghan Tumi, arcebispo emérito de Douala. Ele foi alvo da milícia separatista dos Ambazonenses, que, no cativeiro, tentaram forçá-lo a gravar uma mensagem em vídeo prestando-lhes apoio. O que o cardeal declarou, no entanto, deixou-os sem resposta.

Corajoso cardeal sequestrado aos 90 anos

A gravação, que viralizou nas redes sociais, mostra um sequestrador confrontando o cardeal por defender que o grupo largue as armas. Em seguida, ele manda o cardeal anunciar ao público a mensagem separatista, mas Tumi responde:

“Pregarei a verdade com convicção pastoral e convicção bíblica. Ninguém tem o direito de me mandar pregar o contrário, porque eu fui chamado por Deus. Quando falo, falo como um pastor e isso eu nunca posso deixar de fazer. Se eu deixar de fazer isso, não serei fiel a Deus Todo-Poderoso. Sou um cidadão camaronês como você. Não faço parte do governo. Sou totalmente independente. Não sou o porta-voz do governo e não sou empregado do governo. Se você tiver feito o mal, eu direi que você fez o mal. Se o governo tiver feito o mal, eu direi que ele fez o mal”.

Os separatistas estão em conflito armado com o governo camaronês nas regiões noroeste e sudoeste do país. O cardeal Tumi defende ativamente uma solução pacífica mediante o diálogo.


BISKUPI BIORĄ UDZIAŁ W PROTESTACH

Leia também:
Vem piorando a praga dos sequestros de padres e seminaristas na Nigéria

Tags:
CardeaisViolência
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia