Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconAtualidade
line break icon

Azerbaijão deve proteger igrejas em território disputado com Armênia

Nagorno-Karabakh

ANTONI LALLICAN | HANS LUCAS | AFP

John Burger - publicado em 20/11/20

Os armênios estão preocupados com o destino das igrejas, pois os termos do cessar-fogo incluem a transferência de terras

O Azerbaijão garantiu proteção e livre acesso a todas as igrejas e mosteiros cristãos em Nagorno-Karabakh.

A mudança ocorre em meio a preocupações com os locais de culto armênios nas regiões que serão administradas pelo Azerbaijão sob os termos de um cessar-fogo mediado pela Rússia.

No mês passado, a Sé Apostólica Armênia de Echmiadzin relatou profanação e ataques à catedral armênia em Shushi depois que as tropas do Azerbaijão assumiram o controle de Nagorno-Karabakh.

A pedido da população local, soldados russos enviados à região como “mantenedores da paz” estabeleceram uma guarnição militar no mosteiro de Dadivank, na região de Kelbecer, informa Fides.

Conflito armado

No final de setembro, o Azerbaijão lançou uma campanha militar para tomar partes de Nagorno-Karabakh, um enclave étnico armênio localizado dentro das fronteiras do Azerbaijão.

De acordo com o New York Times, o cessar-fogo exige que o exército armênio se retire de Nagorno-Karabakh. As tropas serão substituídas por soldados russos de manutenção da paz.

O Azerbaijão manterá o território conquistado nos últimos combates. Isso inclui uma cidade estratégica, conhecida como Shusha para os azerbaijanos e Shushi para os armênios – a segunda maior cidade da região.




Leia também:
Armênia e Azerbaijão: um resumo sobre o que está ocorrendo contra os cristãos


CATEDRAL ARMÊNIA DE SHUSHA EM KARABAKH

Leia também:
Catedral armênia severamente danificada em conflito com o Azerbaijão




Leia também:
Uma oração armênia de 900 anos a Cristo, Filho Único do Pai

Tags:
GuerraPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia