Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 20 Setembro |
home iconAtualidade
line break icon

Jornalista criminaliza a fé e age como censora em manifestação católica na França

Catedral de São Pedro em Rennes

Wikipedia

Reportagem local - publicado em 20/11/20 - atualizado em 19/11/20

Até colegas criticaram a postura da repórter diante da catedral de Rennes

Jornalista criminaliza a fé e age como censora em manifestação católica na França, enquanto o país assiste a várias manifestações públicas de fiéis que pedem a volta das Missas presenciais. Atualmente, as celebrações estão restritas por imposição do governo, devido à pandemia de covid-19. No entanto, não existem provas científicas de que a participação em Missas aumente os contágios pelo coronavírus quando as igrejas adotam protocolos de higiene e distanciamento social.

Em uma das manifestações, na cidade de Rennes, uma repórter do jornal Quotidien abordava os jovens organizadores reunidos diante da Catedral de São Pedro quando, de repente, se voltou aos policiais, como quem se arroga o papel de ensinar-lhes o que devem fazer, e declarou a eles:

“O ministro do interior queria fossem autuados os fiéis que rezassem diante das igrejas. Eles estão rezando!”

A jornalista censora foi bastante criticada nas redes sociais. Alguns internautas lhe perguntaram se teria a mesma “valentia” diante de muçulmanos rezando em público. Outros questionaram se a França está entrando numa espécie de “nova ditadura soviética”. Até um jornalista de esquerda indagou: “Jornalista agora é auxiliar de polícia?”.

Tem crescido no mundo inteiro o debate sobre a atuação da imprensa, supostamente isenta e objetiva, como propulsora de agendas ideológicas. No caso específico de Rennes, ficou notória a postura inquisidora de uma suposta jornalista que, em vez de relatar o que estava acontecendo, militou contra o direito de um grupo de cidadãos a exercer a sua liberdade religiosa entoando cantos e orações perante uma catedral fechada por determinação do governo.

O bispo francês dom Xavier Malle recordou, a propósito, que manifestações de fé como procissões continuam permitidas nas ruas. Apesar disso, autoridades da cidade de Strasbourg chegaram ao cúmulo de proibir até mesmo que as pessoas rezem “em silêncio” nos espaços públicos!

O absurdo fanático disfarçado de zelo pela saúde pública levou o presidente do Centro Europeu para a Lei e a Justiça, Grégor Puppinck, doutor em Direito, a declarar:

“Evidentemente, todas essas proibições de manifestação de fé na via pública são ilegais. E são ilegais porque são contrárias às leis da República, em particular à lei de 1905; aos direitos do homem, em particular às liberdades de expressão e de religião; e, sobretudo, à lei de Deus, em particular ao primeiro mandamento do decálogo”.

Um número preocupante de autoridades, porém, parece mais decidido a impor as suas próprias ideologias a todos os cidadãos.

A partir de matéria da agência Gaudium Press




Leia também:
4 bispos reagem com veemência contra desmandos e hipocrisias nesta pandemia

Tags:
Coronavíruscovid-19Ideologialiberdade religiosa

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
7
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia