Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Outubro |
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Por que a comunhão dos santos nem sempre apareceu no Credo?

© Pascal DELOCHE / GODONG

Julio De la Vega Hazas - publicado em 25/11/20

A Aleteia responde à dúvida de uma leitora: “Por que o Credo de Niceia não inclui este dogma?”

Tenho muita vontade de ver vocês falando da comunhão dos santos, algo que sempre foi uma motivação na minha vida. E agora eu lhes pergunto algo que ninguém soube me responder ainda: por que, no Credo ‘longo’, não se menciona a comunhão dos santos? Obrigada. (via Facebook)

Na liturgia, são usados dois “Símbolos da Fé” ou “Credos”, de emprego alternativo: o chamado “Símbolo Apostólico” (o mais curto dos dois) e o chamado “Símbolo Niceno-Constantinopolitano” (que alguns chamam apenas de “Niceno” para não precisar pronunciar uma palavra tão longa, e é o mais extenso).

No entanto, apesar de os dois serem utilizados como profissão de fé na Missa, eles têm origens diferentes, e não só de lugar. Respondem a necessidades diferentes. O Símbolo dos Apóstolos (que, na verdade, não é dos apóstolos) tem origem na diocese de Roma, nas catequeses. Esta versão apresentava aos catecúmenos um resumo simples, mas bastante completo da fé católica.

Já o Símbolo Niceno-Constantinopolitano procede de um concílio ecumênico, ou melhor, de dois: o de Niceia e o de Constantinopla, ambos do século IV.

Nesses concílios, buscou-se fundamentalmente definir a doutrina católica frente às heresias trinitárias, especialmente o arianismo, que não reconhecia o Filho como consubstancial ao Pai (Niceia), e o chamado macedonianismo, que fazia o mesmo com relação ao Espírito Santo (Constantinopla). O Símbolo da Fé era um resumo do que foi concluído e definido lá.

Por isso, refere-se à Trindade na maior parte da sua extensão, e no final também se refere a um par de coisas que alguns colocavam em dúvida naquela época. Só isso. Portanto, em sua origem, não pretendia ser um resumo da fé católica, nem um material catequético.

Este é o motivo pelo qual a comunhão dos santos tos unicamente no símbolo mais breve, e não no mais longo.

Tags:
Santos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
3
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
4
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
5
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
morning
Philip Kosloski
Uma oração da manhã fácil de memorizar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia