Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Vês, Maria, minha Mãe, como faço novas todas as coisas

HEART

Gouache7 | Shutterstock

Manuel Bru - publicado em 26/11/20

Uma breve reflexão a partir de palavras de Chiara Lubich

Há uma cena cinematográfica que me toca como uma maravilhosa expressão da contemplação de Maria. Mel Gibson, em sua “Paixão de Cristo”, pede licença para tomar algumas expressões de Jesus e mudá-las de lugar no relato evangélico. É quando, levando a cruz, ele encontra sua Mãe.

A cena é memorável. Aparece o discípulo amado, João, aceitando o pedido de Maria de ir até onde está Jesus. Jesus se coloca diante dela, sem deixar a cruz e, soluçando, chorando e tentando um sorriso, lhe diz: “Vês, Mãe, como faço novas todas as coisas”.

Nesta cena eu vejo tudo que se teria de dizer sobre a Virgem Maria, mãe da humanidade nova. Porque ali está ela, a mãe de Jesus, que continua entregando-o ao mundo, compartilhando a dor infinita do amor de Deus, no momento supremo da redenção. E porque ali está a nova humanidade, em seu Filho, e por ele, em todos nós, porque por nós, no mistério de sua paixão, morte e ressurreição, fez novas todas as coisas.

Mãe de todos e de cada um

O que poderia ser melhor do que se aproximar mais de Maria e contemplá-la, porque, como dizia Chiara Lubich, fundadora da Obra de Maria:

Maria é muito simples e está muito próxima de nós como para ser contemplada. Ela é cantada por corações puros e apaixonados que expressam, assim, o melhor que neles há. Traz o divino à terra, suavemente, como um plano inclinado que desde a imensa altura dos Céus desce à infinita pequenez das criaturas. É a Mãe de todos e cada um, a única que sabe fazer o filho sorrir, de modo que qualquer um, por menor que seja, pode desfrutar dessas carícias e responder com seu amor a esse amor.

Maria não se compreende, porque está muito perto de nós. Destinada desde a eternidade a trazer aos homens a graça divina, divinas jóias do Filho, está junto de nós e espera, sempre paciente, que percebamos seu olhar e aceitemos o seu dom. Se alguém, por sua bem-aventurança, a compreende, Ela o transporta ao seu reino de paz, onde Jesus é Rei e o Espírito Santo é o alento desse Céu.


Papa Francisco

Leia também:
Rezar como Maria rezava, ensina o Papa Francisco


PRAYING TO MOTHER MARY

Leia também:
“Não preciso de Maria, vou direto a Deus”

Tags:
MariaNossa Senhora
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia