Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 23 Outubro |
São João de Siracusa
Aleteia logo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Nem mesmo 2 terremotos abalaram estas freiras italianas

EARTHQUAKE

Photo Courtesy of Poor Clare sisters of Camerino

Bret Thoman, OFS - publicado em 27/11/20

Depois de um terremoto elas reconstruíram o mosteiro, que ficou devastado. E a força da fé não as deixou desanimar quando surgiu outra tragédia

Um mosteiro de freiras italianas foi atingido por um terremoto. Elas o reconstruíram. E depois, veio a tragédia novamente. Mas elas não desistiram. Pelo contrário: lembraram-se que, na igreja degradada de São Damião, perto de Assis, São Francisco ouviu Cristo falar: “Francisco, Francisco, vai reconstruir minha casa, que você vê que está caindo em ruínas”. 

Agora, cerca de oito séculos depois, as seguidoras de São Francisco continuando levando a sério essas palavras e reconstruindo igrejas após terremotos.

Uma tragédia nacional: terremotos atingem a Itália

O primeiro terremoto foi às 3h40 da manhã de 24 de agosto de 2016. A mídia disse que a magnitude foi de 6,1. O epicentro ficava perto de Rieti, o centro geográfico da Itália, embora tenha havido danos em quatro regiões: Umbria, Lazio, Abruzzo e Marche. O terremoto provocou mortes e prejuízos materiais.

Imediatamente, imagens de cidades arrasadas estavam na TV e nas redes sociais. As autoridades confirmaram 299 mortes e 365 feridos. Além disso, 2.100 famílias perderam suas casas.

Entretanto, depois que as coisas se acalmaram um pouco, a região foi atingida novamente pelo terremoto. Foi na manhã de 30 de outubro. Só que este segundo terremoto foi ainda mais forte:  6,6 pontos e o ​​epicentro foi perto de Norcia. Graças a Deus ninguém morreu, já que os danos do terremoto anterior já haviam forçado as pessoas a deixarem suas casas nas áreas afetadas. No entanto, muitos outros perderam suas residências.

Terremoto destrói o mosteiro das Clarissas Pobres

Em 1997, um terremoto já tinha danificado um mosteiro das Clarissas Pobres em Camerino. As quatro irmãs residentes tiveram que se mudar temporariamente para um mosteiro em San Severino.

Entretanto, em 2004, as irmãs voltaram para Camerino para reconstrui-lo. Anos depois, os terremotos de 2016 causaram danos ainda maiores. Mais uma vez, as irmãs foram, então, forçadas a retornar a San Severino.

No entanto, o mosteiro de San Severino também sofreu danos, especialmente na parte dos dormitórios. Felizmente, eles evitaram por pouco que seu mosteiro fosse fechado. As 26 irmãs foram, então autorizadas a ficar, mas tiveram que dormir em salas.

O poder da fé

Com o passar dos meses e dos anos, uma pergunta do Livro de Ezequiel reverberou entre elas: “Poderiam esses ossos retornar à vida?” (Ezequiel 37, 3). As freiras italianas, se perguntavam, então, se as ruínas de suas cidades de Camerino e San Severino voltariam à vida.

Em última análise, a resposta também estava na palavra de Ezequiel: “Quando eu colocar em vós o meu espírito para vos fazer voltar à vida e quando vos hei de restabelecer em vossa terra. Sabereis então que sou eu o Senhor, que o disse e o executei – oráculo do Senhor” (Ezequiel 37,14).

Armadas de fé e determinação, as irmãs seguiram em frente. Elas conseguiram arrecadar fundos para construir uma igreja menor de madeira e um mosteiro, que foi consagrado em 2018. São, de fato, a única comunidade religiosa de Camerino que voltou a estar presente na cidade.

Em San Severino, as irmãs reconstruíram o noviciado e construíram mais quartos. Providencialmente, logo após a reabertura do noviciado, duas jovens noviças fizeram seus votos.

Apesar de tudo, essas freiras italianas continuam a irradiar alegria como sempre. Elas têm sido um farol de fé e esperança para a comunidade, levando à risca as palavras escritas pela própria Santa Clara:

“Pois o próprio Senhor nos colocou como modelo, como exemplo e espelho não só para os outros, mas também para as nossas irmãs que o Senhor chamou para o nosso modo de vida, para que por sua vez sejam espelho e exemplo para aqueles que vivem no mundo.”

Clique na galeria abaixo e veja as imagens do mosteiro.


REFUGEES

Leia também:
Freiras italianas oferecem convento para refugiados

Tags:
Vocação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
3
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
6
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
7
JESUS
O São Paulo
Que os mortos enterrem seus mortos: o que Jesus quis dizer com is...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia