Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 20 Janeiro |
São Sebastião
home iconAtualidade
line break icon

Padres em cargos políticos: Pe. Zezinho afirma que "o clero não foi feito para isto"

Pe. Zezinho Brasil

Wikipedia / Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 01/12/20

O sacerdote recorda a posição da Igreja: religiosos podem ajudar a preparar fiéis para governarem, mas não devem exercer cargos na política

Padres em cargos políticos: o pe. Zezinho se manifestou sobre o assunto num breve texto que publicou via rede social, afirmando que “o clero não foi feito para isto”. Eis o texto:

O clero no poder

“No Paraguai um ex-bispo católico jogou alto na política e chegou à presidência. Não demorou para que suas ambições políticas se esfacelassem! No Rio de Janeiro, um bispo da Igreja Universal também jogou alto. Foi eleito para governar como prefeito uma da cidades mais conhecidas do mundo. Tinha o apoio da sua igreja e de outras. Seu sonho durou uma eleição! O mundo parece não aceitar religiosos no poder político de nenhum país. Veremos quanto tempo vai durar a vitória dos aiatolás e imãs. Tudo indica que religiosos até podem ajudar a formar opiniões e preparar crentes para governar. Mas o clero não foi feito para isto. Quando aconteceu, em geral não deu certo”.

Padres em cargos políticos

De fato, a Igreja determina explicitamente que os membros do clero não devem exercer cargos políticos.

O Código de Direito Canônico afirma que os padres são proibidos de “assumir cargos políticos que impliquem participação no exercício do poder civil” (cân. 285) e mesmo de “filiar-se a partidos políticos” (cân 287). Além disso, o código também determina que o clero não deve participar de atividades político-partidárias nem disponibilizar espaços físicos e meios de comunicação das paróquias para apoiar candidatos ou partidos políticos.

Em agosto deste ano, dom Severino Clasen, arcebispo de Maringá, no Paraná, divulgou um comunicado público no qual recordava a proibição aos membros do clero de se candidatarem a cargos políticos. E reforçou: em sua diocese, quem se candidatasse seria suspenso do exercício das sagradas ordens. Enfatizando que a Igreja não é “palco” para política, dom Severino afirmou:

“Quem acha que tem que ser candidato, que seja honesto e não utilize a Igreja. A Igreja não é palco para campanha política. Se alguém usar a Igreja como palco, eu faço propaganda contra, porque já não está sendo honesto e também não vai administrar honestamente. É importante a gente ter isso bem claro: nós servimos ao Senhor. É claro, toda injustiça deve ser denunciada. Nós estamos a serviço da misericórdia do Pai. Então, sejamos prudentes, firmes, profetas, sacerdotes, para fazer com que o Cristo reine pela nossa missão”.

Papa Francisco: “envolver-se na política é obrigação para o cristão”

No entanto, uma coisa é a determinação para que o clero não exerça cargos políticos e outra coisa muito diferente é concluir que a Igreja não deva se envolver na política. A Igreja não só pode como deve participar da vida cidadã e incentivar o debate objetivo e transparente com base na sua Doutrina Social.

Neste sentido, o Papa Francisco é perfeitamente claro ao afirmar:

“Envolver-se na política é uma obrigação para um cristão. Nós, cristãos, não podemos nos fazer de Pilatos e lavar as mãos. Não podemos! Devemos nos envolver na política porque a política é uma das formas mais elevadas da caridade, porque ela procura o bem comum. Os leigos cristãos devem trabalhar na política. A política está muito suja, mas eu me pergunto: está suja por quê? Porque os cristãos não se envolveram nela com espírito evangélico? É uma pergunta que eu faço. É fácil dizer que a culpa é dos outros… Mas eu, o que eu faço? Isto é um dever! Trabalhar pelo bem comum é um dever do cristão”.

Mas de que política ele está falando?

Entenda melhor a diferença entre política e politicagens no seguinte artigo:


POPE FRANCIS AUDIENCE

Leia também:
“Católicos não se envolvem em política”. É mesmo? Então diga isto ao Papa

Tags:
Doutrina Social da IgrejaIgreja CatólicaPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
2
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
3
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias dos EUA
4
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo com o Padre Pio
5
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
6
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
7
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia