Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Janeiro |
São Sebastião
home iconEspiritualidade
line break icon

Novena a Nossa Senhora de Guadalupe: de 3 a 11 de dezembro

Novena a Nossa Senhora de Guadalupe

Shutterstock

Reportagem local - publicado em 03/12/20

Em preparação para a festa da Imperatriz das Américas em 12 de dezembro

Novena a Nossa Senhora de Guadalupe, de 3 a 11 de dezembro, em preparação para a festa da Imperatriz das Américas em 12 de dezembro.

Esta novena é baseada na que o prof. Felipe Aquino compartilha na página da editora católica Cléofas.

Novena a Nossa Senhora de Guadalupe

ORAÇÃO PARA TODOS OS DIAS

Lembrai-vos, ó bondosa Virgem de Guadalupe, que, em vossa celestial aparição no monte do Tepeyec, prometestes mostrar vossa compaixão e piedade a todos os que amam e creem em vós, procurando vosso auxílio e vos chamando em suas necessidades e aflições. Vós prometestes ouvir com atenção as nossas súplicas, enxugar nossas lágrimas e nos dar consolo e alívio. Nunca se soube que quem buscasse a vossa proteção e implorasse pelo vosso socorro ou procurasse a vossa intercessão, mesmo nos pedidos de prosperidade ou ansiedades pessoais, não fosse por vós atendido. Inspirado por esta confiança, venho até vós, ó doce e sempre Virgem Maria, Mãe do Deus Verdadeiro!

Sofrendo sob o peso dos nossos pecados, vimos prostrar-nos diante da vossa augusta presença, certos de que realizareis as vossas misericordiosas promessas. Estamos cheios de esperança de que, sob o vosso manto e proteção, nada nos será problema ou aflição, nem temeremos as doenças e infortúnios ou qualquer outro pesar. Vós quisestes permanecer conosco mediante a vossa admirável imagem, pois sois nossa Mãe, nossa saúde e nossa vida.

Colocando-nos sob o vosso maternal olhar e recorrendo a vós em todas as nossas necessidades, não precisamos de mais nada. Ó Santa Mãe de Deus, não desprezeis os nossos pedidos, mas, por vossa misericórdia, ouvi-nos e respondei-nos. Amém.

Após a leitura de cada dia (ver cada leitura abaixo, conforme cada dia da novena):

Rezar 4 Ave-Marias, comemorando as 4 aparições de Nossa Senhora a Juan Diego.

PRIMEIRO DIA

Palavras de Nossa Senhora de Guadalupe ditas ao índio São Jão Diego na colina do Tepeyec em 9 de dezembro de 1531: “Meu querido filho, a quem amo ternamente, saiba que eu sou a Virgem Maria, Mãe do Deus Verdadeiro. É Ele quem dá e mantém a vida, Criador de todas as coisas, Senhor do céu e da terra, que está em todos os lugares. Eu desejo que seja aqui erguido um templo em que possa manifestar a compaixão que tenho pelos nativos e por todos os que solicitarem meu auxílio”.

Estas vossas palavras, minha Mãe celestial, enchem meu coração de amor e gratidão, com renovada fé, porque foram direcionadas a mim também. Por isso eu venho a vós, confiante de obter a vossa intercessão, a graça que me tornará capaz de viver de acordo com os ensinamentos do vosso Divino Filho, Jesus, a quem desejo amar de todo o coração. Vós participastes de todo o sofrimento do meu Salvador por mim. Por isso, eu também vos pertenço e vós sois minha amada Mãe. Não me abandoneis neste vale de lágrimas; tende piedade! Eu vos procuro na minha pobreza e necessidade; tende compaixão das minhas ansiedades e inquietações; assisti-me nas minhas enfermidades e misérias.

SEGUNDO DIA

Misericordiosas palavras ditas na quarta e última visita a São João Diego: “Não deixe nada afligir você e não tenha medo das doenças, acidentes ou dores. Não estou aqui eu, que sou sua Mãe? Você não está sob meu manto e proteção? Você necessita de mais alguma coisa?”

Essas vossas palavras foram também dirigidas a mim e enchem meu coração de alegria e esperança. Volvei, então, os vossos olhos misericordiosos a mim; aperfeiçoai o meu amor a vós. Por este amor, que me seja possível colocar aos vossos pés todos os meus problemas e preocupações, sabendo que vos lembrareis porque sois minha Mãe; que, sob o vosso manto e proteção, obtereis para mim a consolação de que tanto necessito.

TERCEIRO DIA

Visitastes Juan Bernardino, o tio moribundo de São João Diego, curando-o e dizendo o vosso nome: “Imaculada Virgem Maria, que esmagou a cabeça da serpente”. Enchestes então de alegria o coração dos nativos. Dissestes que eles não precisariam mais fazer sacrifícios humanos aos ídolos pagãos.

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia! Nossa vida, nossa doçura e nossa esperança! Permiti-me juntar-me com cânticos e louvores a esta nação para ofertar ao vosso trono presentes e preces neste dia. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, eliminando a serpente do mal de nossa vida. Que possamos ser dignos das promessas de Cristo, vosso Divino Filho.

QUARTO DIA

Quando os índios viram a admirável imagem deixada no poncho de São João Diego, eles reconheceram que aquela pintura impressa continha uma mensagem celestial dirigida a eles. Vossa régia figura na forma de mulher ensinou-lhes que a vossa morada era necessária na terra. Os raios de sol, as nuvens rodeando o vosso corpo, as estrelas sobre o vosso manto, a lua crescente sob vossos pés, os anjos que vos levam pelo espaço, tudo denota que a vossa permanência é no céu e chama a atenção para a imortalidade da alma humana.

Ó Santa Maria, como a vossa imagem no poncho de São João Diego ensinou aos índios, ensinai também a mim a nunca me esquecer da imortalidade da minha alma: que o céu é o meu objetivo e a minha herança. No meio das tentações e misérias desta vida, deixai-me sempre pensar na morada de paz, de glória e eterna felicidade.

QUINTO DIA

Durante séculos, os nativos do México adoraram o sol como deus, sacrificando inúmeros seres humanos em sua honra. Mas quando contemplaram a bela imagem em que somente os raios eram bem visíveis, eles entenderam a lição a que estavam sendo conduzidos. Depois que os índios ouviram a vossa mensagem e leram o que a vossa imagem contém, eles abandonaram os seus falsos deuses e abraçaram a amada doutrina do vosso Divino Filho.

Jamais cessaram eles de agradecer pela grande misericórdia que o Deus Todo-Poderoso lhes mostrou quando enviou-vos a eles para serdes sua Rainha, Mãe e Mestra.

Ó Santa Maria, pelo mistério da Encarnação do vosso amado Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, onde a nossa salvação começou, concedei-nos luz para entender a grandeza do benefício por Ele concedido a nós, tornando-Se nosso irmão e dando-nos a Sua mãe venerável para ser também a nossa mãe.

SEXTO DIA

O fogo que ardeu nos altares dos falsos deuses se extinguiu para sempre depois que os índios contemplaram a vossa imagem e viram o vosso manto como o firmamento coberto de estrelas. Isto lhes mostrou que as estrelas foram cridas pelo Deus Invisível para servir à humanidade e, portanto, não poderiam ser por eles divinizadas e adoradas.

Santíssima Virgem Maria, que pela imagem estampada no poncho do índio João Diego trouxestes milhões de pagãos à luz da verdadeira fé: eu vos peço a graça do entendimento que esta mensagem contém. Derramai sobre mim a luz do vosso semblante; dirigi e santificai os meus empreendimentos.

SÉTIMO DIA

O emblema da nossa redenção estampado sobre o broche dourado preso em vossa túnica serviu para dizer aos índios que a religião que eles haviam abraçando era a mesma que a dos seus conquistadores: a cruz na bandeira de Cortés e a do broche eram as mesmas. Quando eles a viram sobre a imagem, se juntaram ao redor do missionário espanhol ansiosos para saber seu significado. Eles lhes contaram como o Salvador viera do céu para remir a espécie humana por Sua morte na cruz e como a Virgem Mãe da Divina Vítima associou-se a Ele no mistério da nossa redenção.

Feliz a nação a quem Ele Se revelou. Santa Virgem Maria de Guadalupe, minha rainha e mãe, quase 500 anos se passaram desde que falastes com São João Diego e até agora um número pequeno de vossos filhos em outras terras vieram a saber do propósito da vossa imagem sobre o altar do vosso santuário. Inspirai-nos, pois, a ver nesta miraculosa pintura o instrumento para a conversão de todos à Fé católica e apostólica, vós que sois a amável Rainha e Mãe dos Apóstolos e Missionários.

OITAVO DIA

Depois que São João Diego cortou as flores que brotaram repentinamente na desolada colina do Tepeyec, ele as trouxe a vós ao pé da montanha onde o aguardáveis. Com as vossas próprias mãos, vós as colocastes no seu poncho e o atastes ao seu pescoço, dizendo-lhe que as levasse ao bispo Zumárraga, porque este sinal o levaria a iniciar a construção do templo. As últimas palavras que ele ouviu dos vossos lábios amáveis foram: “Você é o meu embaixador, digno de confiança. Vá em paz”.

A sagrada pintura sobre aquele poncho de ínfima qualidade não poderia ter sido pintada por mãos humanas. Ela convenceu o bispo, assim como a todas as pessoas que a viram, de que a mensagem de São João Diego era verdadeira. Humildemente eu vos imploro, minha Rainha e Mãe: deixai-me ser vosso embaixador, como São João Diego, para divulgar a doutrina contida em vossa imagem a todos os meus amigos.

NONO DIA

Ó Santa Virgem, entronizada no coração de uma nação de idólatras, vós fizestes um trabalho maravilhosos de conversão. Depois de verem a vossa imagem sobre o poncho de São João Diego, os índios tiraram de seus templos todos os seus ídolos, construíram belas igrejas em cujas torres brilhavam as cruzes à luz do sol, e os enormes tambores que inúmeras vezes haviam anunciado sacrifícios humanos em honra aos seus deuses nunca mais foram ouvidos.

Assim como São João Diego divulgou a mensagem aos índios durante os seus remanescentes 17 anos de vida, assim permiti-me, ó minha amada Mãe, ajudar a humanidade a conhecer a vossa celestial mensagem, entre os meus conterrâneos. Animai e abençoai a todos os que se juntarem a esta novena, a fim de propagar a fé católica entre sob a bandeira da vossa admirável imagem estampada no poncho de São João Diego, junto com a cruz, emblema da nossa redenção. Eu imploro a vossa especial ajuda para obter a graça de …………………. (mencionar a graça desejada).


POINSETTIAS,CHRISTMAS,ALTAR

Leia também:
O segredo do grau de inclinação da cabeça de Nossa Senhora de Guadalupe

Tags:
guadalupeNossa SenhoranovenaOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
4
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
7
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias dos EUA
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia