Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Alice in Chains é homenageado em show com músicos do Nirvana, Pearl Jam e Metallica

SABATON

Sabaton

Octavio Messias - publicado em 20/12/20

Banda veterana foi a vencedora do prêmio Founders, realizado pelo Museu de Cultura Pop, em Seattle 

Com 33 anos de carreira, seis álbuns, três EPs, cinco coletâneas e mais de 30 milhões de cópias vendidas, o Alice in Chains foi selecionado para ser a banda homenageada no prêmio, do MopPOP Founders Award 2020, quando o disco de estreia da banda, Facelift, completa 30 anos. Pela primeira vez, em respeito à pandemia, o evento foi realizado de maneira quase totalmente virtual, com impecabilidade técnica e muita criatividade. A transmissão, realizada ao vivo na semana passada, chamava para um site de doações com o intuito de ajudar o MopPOP, ou Museum of Pop Culture, uma das principais atrações turísticas de Seattle, EUA (onde o Alice in Chains foi fundado), a atravessar este período difícil. 

Dream team

O evento reuniu um elenco de respeito para prestar homenagem à banda que fez sucesso nos anos 90 com hinos como Man in the Box, Would?, Angry Chair e No Excuses. O time dos sonhos interpretando os clássicos do Alice in Chains inclui músicos de bandas irmãs da cena de Seattle da época: Nirvana, Pearl Jam, Soundgarden, e TAD. E grandes estrelas do rock que ou se afiliaram ao Alice in Chains em suas turnês mundiais, ou foram influenciadas pela banda. Como Metallica, Korn, Mastodon e Fishbone, além de ex-integrantes de conjuntos como Guns N; Roses, Foo Fighters, Smashing Pumpkins, Jane’s Addiction, Slipknot e Heart. O concerto, que contou com o próprio Alice in Chains tocando os números de abertura ao vivo, das instalações do MopPOP, está disponível no YouTube. 

Distanciamento

A maioria dos números foi gravada não com as bandas separadas, mas com os integrantes das bandas separados, a maioria em suas casas, com equipamento profissional e direção de fotografia. O áudio foi todo mixado depois e a impressão que se escuta é de que os músicos estão tocando ao vivo. As interpretações também surpreendem, como a versão de Angry Chair, ainda mais pesada que a original, por Kim Thayil e Ben Shepard do Soundgarden, Mike McCready do Pearl Jam, Matt Cameron, baterista das duas bandas, e Tad Doyle, vocalista do TAD. Exceto pelo cantor, os músicos fizeram dos poucos números que gravaram sua faixa juntos em um estúdio, usando máscaras para ajudar na conscientização. A interpretação de Mark Lanegan (ex-vocalista do Screaming Trees) para a delicada Nutshell, gravada à distância com a cantora e guirarrista norueguesa Maggie Björklund, emociona. Ao final da mesma, o cantor manda um beijo para o alto, como em um aceno a Layne Staley (1967–2002), vocalista original do Alice in Chains e declaradamente seu melhor amigo. 

Tags:
Música
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia