Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 10 Abril |
São Miguel de los Santos
home iconAtualidade
line break icon

A vacina da Pfizer é segura e ética?

VACCINE

Image Point Fr | Shutterstock

Zelda Caldwell - publicado em 22/12/20

Uma associação internacional de médicos católicos publicou um relatório explicando que a vacina da Pfizer é segura e não apresenta problemas éticos para os católicos

A União Europeia acaba de autorizar a vacina da Pfizer/BioNTech para COVID-19, e começará a aplicá-la ainda esta semana. Centenas de milhares de pessoas no Reino Unido e nos EUA já foram vacinadas depois que esses países concederam autorização para uso emergencial no início deste mês.

Fatos para combater o medo

Para alguns, permanecem dúvidas sobre a segurança da vacina e se recebê-la seria compatível com o ensinamento moral católico. A Federação Internacional de Associações de Médicos Católicos publicou uma análise da vacina, que deve ajudar a resolver todas as questões.

A breve revisão, compilada por Rok Čivljak, presidente da Sociedade Médica Católica Croata, fornece uma análise com base científica, mas com base católica, dos fatos sobre a nova vacina.

Segura, eficaz e ética, de acordo com os médicos católicos

Em sua conclusão, ele escreve que a vacina oferece 95% de proteção contra COVID-19, com apenas um pequeno risco de reações adversas de curto prazo. Além disso – afirma ele,= – é improvável que a vacina cause efeitos no longo prazo. E a vacina não apresenta “nenhuma barreira ética que impeça os católicos de serem vacinados”.

Aqui, resumimos a revisão de Čivljak de algumas das questões levantadas sobre a vacina da Pfizer e a resposta da comunidade médica católica.

1. O mRNA da vacina Pfizer/BioNTech COVID-19 será incorporado ao genoma humano?

O RNA mensageiro (mRNA) não entra, de fato, no DNA, portanto não há perigo de alterar o genoma humano. A forma como o processo funciona é: o mRNA é traduzido em proteína, neste caso, a proteína spike SARS-CoV-2. Dois aminoácidos nesta proteína são posteriormente modificados em um processo que produz altos níveis de anticorpos neutralizantes.

2. Existem consequências a longo prazo das vacinas de mRNA?

Visto que o mRNA se desintegra muito rapidamente – de várias horas a vários dias – é improvável que haja qualquer efeito de longo prazo da vacina. Por enquanto, parece que os possíveis efeitos colaterais de curto prazo podem incluir o mesmo tipo de efeitos indesejáveis ​​que vêm com a maioria das outras vacinas. Estes incluem inchaço e dor no local da injeção e gerais (febre, calafrios, dor de cabeça e mialgia).

3. A vacina poderá desencadear doenças autoimunes?

Como a vacina não possui um adjuvante (um agente que potencializa a reação imunológica), ela não desencadeia doenças autoimunes. Em estudos clínicos envolvendo mais de 50.000 participantes que receberam a vacina Pfizer, não houve efeitos adversos autoimunes durante o período de acompanhamento ativo de pelo menos quatro meses.

4. A vacina é fabricada e testada de forma ética?

As células embrionárias de crianças abortadas não são utilizadas na produção nem no teste da vacina de mRNA e não contêm componentes de origem humana. A vacina é um produto de engenharia molecular, água, sais de K + e Na + e um lipídio composto por ALC-0315 e ALC-0159 mais colesterol e outra molécula de lipídio.

As vacinas de mRNA são diferentes das vacinas de vetor de adenovírus, como a vacina produzida pela AstraZeneca (AZD1222, conhecida como vacina Oxford). Essa vacina foi produzida com células embrionárias de um bebê abortado na Holanda na década de 1970. As implicações éticas de receber esse tipo de vacina têm sido objeto de algum debate. Esta semana, a Congregação do Vaticano para a Doutrina da Fé divulgou uma declaração sobre a ética das vacinas.


Vacina covid-19

Leia também:
Vacinas contra covid-19 são moralmente aceitáveis, diz Vaticano

5. Houve alguma reação adversa que não foi registrada durante os estudos clínicos de Fase 3?

No início da campanha de vacinação na Inglaterra (vacina Pfizer), vários dos vacinados desenvolveram reações alérgicas. Foi descoberto que eles já haviam sofrido de alergias graves. Essas reações alérgicas foram revertidas clinicamente. Portanto, foi imediatamente estipulado que aqueles que sabidamente são alérgicos a alimentos, vacinas ou medicamentos devem discutir a vacinação com seu médico e, se vacinados, fazê-lo sob supervisão médica.


Padre microbiologista Nicanor Austriaco, OP

Leia também:
Padre microbiologista está criando vacina barata contra covid-19

Tags:
Coronavíruscovid-19Pandemia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
2
ALTAR BOY,
Un cammino chiamato famiglia
Coroinha desmaia durante Via Sacra, mas a cru...
3
Padre Gilvan Manuel da Silva perde pais e irmãos para covid-19
Reportagem local
Padre perde pais e irmãos para covid-19 e afirma: “Continua...
4
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
5
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
6
FRANCISCO AND JACINTA MARTO
Tom Hoopes
As lições dos pastorinhos de Fátima aplicadas ao coronavírus
7
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia