Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Carta do Papa Francisco dá a mulher com câncer forças para lutar

Marianna Bonomo | Facebook

Silvia Lucchetti - publicado em 29/12/20

Em um momento em que tudo parecia impossível, uma carta do Santo Padre trouxe o encorajamento de que ela precisava

Nem todas as notícias deste ano são ruins. Em 10 de dezembro, o Palermo Today relatou a comovente história de Marianna Bonomo, uma mãe de 39 anos de Palermo (Sicília) que sofre de linfoma não Hodgkin (NHL) estágio IV.

No início deste ano, Marianna havia chegado a um ponto em que parecia inútil para ela continuar lutando. Mas então uma carta do Santo Padre renovou sua esperança.

Linfoma de Marianna

Esse tipo muito agressivo de câncer se origina no sistema linfático e é mais comum entre adultos e idosos, representando cerca de 4% de todos os cânceres nos Estados Unidos.

Quando Marianna Bonomo começou a pensar que não havia mais esperanças, ela se voltou para o Papa Francisco. Ela havia perdido a confiança no futuro e na possibilidade de recuperação.

Ela contou no Facebook que em meados de julho escreveu uma carta ao Santo Padre:

Escrevi a ele, com o coração na mão e lágrimas nos olhos, pedindo-lhe que rezasse por mim; que eu encontrasse forças para aceitar e enfrentar a situação e que recebesse a graça de criar meus filhos pequenos. Porque confiar-me a Deus era o meu único consolo.
Pope Audience
Antoine Mekary | ALETEIA

A resposta do Papa e o Santo Rosário

Naquele momento, ela estava convencida de que não sobreviveria até o mês de setembro. Ela implorou ao Papa Francisco que orasse por ela.

Ela recebeu uma resposta por meio de Mons. L. Roberto Cona, Assessor de Assuntos Gerais do Secretário de Estado do Vaticano. Ela continua no Facebook:

Hoje, depois desta viagem muito tortuosa, que me tirou de casa por 110 dias, depois de várias terapias, opiniões, idas e vindas, ansiedades, medos… recebendo esta carta, o Santo Rosário abençoado pelo Santo Padre, sabendo que ele rezou por mim… tudo isso me consola. Isso me faz acreditar no futuro novamente.

A resposta do Santo Padre deu a Marianne grande esperança e a encorajou a continuar sua batalha contra a doença.

Tratamento e arrecadação de fundos

O estado avançado do câncer levou à utilização de um protocolo terapêutico desenvolvido em um centro especializado em Houston, Texas. Ela ficou hospitalizada lá por vários meses.

As enormes despesas com seu tratamento obrigaram seu marido Rosario a lançar uma campanha de arrecadação de fundos na plataforma GoFundMe. Graças à generosidade de quase 5.000 pessoas, a família arrecadou mais de US$ 300.000 até agora.

O tratamento, que Marianna continua na Itália, tem custos muito altos porque os medicamentos necessários não são cobertos pelo seguro e normalmente não são encontrados nos hospitais italianos. Seu irmão explica no artigo do Palermo Today: “Quem tem essa doença é forçado a desembolsar dezenas de milhares de euros todos os meses para comprar o medicamento, que chega aqui via Suíça”.

A carta do Santo Padre

A carta enviada pelo Papa Francisco, que Marianna compartilhou em uma fotografia no Facebook, diz:

Sua Santidade, que com afeto paternal está particularmente próximo de quantos são provados pelos sofrimentos e dificuldades da vida, garante-vos uma recordação ao Senhor na oração. Enquanto te exorta a abandonar-te totalmente nos braços da Divina Misericórdia, elevando os olhos do teu espírito ao Crucifixo, ciente de que mesmo a doença e o sofrimento estão inseridos em Cristo e nele encontram o seu sentido último, concede de coração a Bênção Apostólica, que de bom grado estende aos vossos filhos, ao vosso cônjuge, à vossa mãe e aos vossos entes queridos, acompanhando-a com o rosário anexo por ele abençoado e com os votos de que o Senhor conceda fortaleza na fé e paz interior.

“Continue a rezar por mim”

Nas palavras que Marianna compartilhou no Facebook, percebemos o seu desânimo inicial. Vemos também a força da centelha de luz que se acendeu em seu coração e que está sendo alimentada pela fé:

Nunca desista. Sempre acredite e confie em Deus. Continue a rezar por mim. Depois de uma longa subida, tem de haver caminho mais suave.

Nós nos unimos em orações por Marianna e sua família enquanto ela continua a lutar contra o câncer.

Tags:
CâncerDoençaPapa FranciscoSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia