Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 15 Janeiro |
Santo Arnoldo Janssen
home iconAtualidade
line break icon

Aborto legalizado na Argentina: senadora denuncia inconstitucionalidade

Pró-vida contra aborto na Argentina

Marko Vombergar | ALETEIA

Francisco Vêneto - publicado em 30/12/20

"A batalha pela vida nunca se perde", declara a senadora pró-vida Silvia Elías de Pérez

Aborto legalizado na Argentina: senadora denuncia inconstitucionalidade da nova lei que permite o aborto livre até a 14ª semana de gestação. Esse projeto de lei, impulsionado insistentemente pelo atual governo de esquerda presidido por Alberto Fernández e Cristina Kirchner, foi aprovado no senado neste 30 de dezembro após 12 horas de debate, com 38 votos a favor, 29 contra e 1 abstenção. Quatro senadores estavam ausentes.

A senadora pró-vida Silvia Elías de Pérez anunciou que apresentará um recurso de inconstitucionalidade a respeito do aborto legalizado na Argentina:

“Este projeto, infelizmente, não passa em nenhum teste de constitucionalidade e convencionalidade. Nosso Estado se obrigou a preservar a vida desde a concepção. É contraditório que hoje se imponha o aborto. Um Estado se organiza em função da proteção dos mais vulneráveis. Quem pode ter esse poder de decidir quem é pessoa e quem não é? O direito à vida é o mais importante de todos, anterior a todos os direitos, e por isso não pode ser definido por maioria circunstancial. Não podemos falar de democracia saudável se essa maioria pode avançar contra os mais vulneráveis. Quanta dor é necessária na Argentina para entendermos e aprendermos quanto vale a vida? Esta lei será inconstitucional e serão apresentados recursos em toda a Argentina até que algum juiz a declare inconstitucional. Têm que saber que a verdadeira maioria são mulheres e homens que, com seus corações celestes, inundaram a Argentina e continuam apostando na vida. Eu digo a eles: isso não está perdido, isso está apenas começando, porque a batalha pela vida nunca se perde. A força da vida sempre ganha”.


Alberto Fernández

Leia também:
Aborto legal na Argentina, “prioridade” presidencial em meio ao pico de covid-19


Papa Francisco

Leia também:
O Papa Francisco e o aborto na Argentina: é correto acusá-lo de não agir?

Tags:
AbortoIdeologiaPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia