Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 23 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconAtualidade
line break icon

O que acontece no cérebro da mulher quando ela está grávida

femme enceinte avec échographie

© Natalia Deriabina- Shutterstock

Isabelle De Ché - publicado em 30/12/20

Aqui estão as explicações para as alterações de humor e o cansaço que as grávidas sentem

Se as transformações físicas na mulher grávida são óbvias, não é difícil imaginar que uma grande reviravolta também esteja ocorrendo no nível mental e psicológico dela.

Mas o que realmente acontece com o cérebro da mulher durante a gravidez?

No Haiti, por exemplo, as mulheres dizem que estão esperando um bebê durante 18 meses: os nove meses de gestação e os nove meses anteriores à gravidez. Ou seja: as mulheres se preparam psicologicamente para ter um filho antes mesmo de engravidarem. Elas imaginam seu bebê, sua nova vida e as mudanças de vida que resultam disso.

As mudanças da gravidez

De fato, muitas das mudanças que a gravidez traz são bem conhecidas: alterações de humor, fadiga, hipersensibilidade, por exemplo. Essas alterações “refletem a adaptabilidade do cérebro, que tem que lidar com o enorme estresse causado pelo tsunami hormonal da gravidez”, disse Stefania Maccari, neurobiologista do Laboratório de Neurociências Comportamentais de Lille, em um artigo no jornal francês Le Figaro.

Graças à ressonância magnética, pesquisadores da Universidade de Barcelona descobriram que a gravidez provoca mudanças no tamanho e na estrutura da massa cinzenta do cérebro, especialmente “em áreas associadas a habilidades sociais, como a percepção e interpretação dos desejos, emoções, intenções e humores dos outros ou de si mesmo.”

O cérebro se preparando

“Este é o processo de aninhamento materno”, diz Delphine Babic, chefe de educação vitalícia da Universidade Católica de Lyon e especialista no vínculo mãe-filho. Uma mulher grávida prepara tanto um lar físico, em seu corpo, quanto um psicológico, em sua mente. A futura mamãe revê as memórias de sua própria história, por exemplo. Ela, então, classifica o que recebeu e o que deseja transmitir ao filho. As memórias ressurgem, e podem ser mais ou menos alegres. Isso certamente influenciará nas mudanças de humor da grávida.

Quanto ao cansaço experimentado por mulheres grávidas, não é apenas devido às mudanças em seu corpo. O corpo humano possui uma memória corporal armazenada no inconsciente. Inconscientemente, lembramos, por exemplo, a maneira como éramos acariciados ou estimulados e como éramos falados quando éramos crianças. Para Delphine Babic, “uma mulher grávida realiza uma espécie de abstinência narcísica; ela sonha, e suas memórias voltam”. Esta é uma das muitas fontes do imenso cansaço que algumas mulheres sentem no início da gravidez.

O passado

De fato, para realizar esse processo de lembrança e preparação, a gestante precisa compreender seu  passado. Elas costumam fazer perguntas aos pais e parentes e folhear álbuns de fotos. Nesse período, se lembram, por exemplo, de algumas coisas da infância e desejam replicá-las aos seus filhos. Outras lembranças, entretanto, desejam evitar.

“Todo esse trabalho das gestantes, ajudado pela interação com as pessoas próximas, traz transparência psicológica”, afirma Delphine Babic. Ela particularmente recomenda trabalhar com um terapeuta se as memórias dolorosas reaparecerem, porque o bebê pode ser afetado pelas emoções negativas da mãe.

A mulher grávida costuma ser extremamente sensível. Isso porque as gestantes são mais vulneráveis ​​ao ambiente e às pessoas ao seu redor. É difícil para elas lidar com o conflito. Portanto, precisam estar rodeadas de palavras positivas que as ajudem a pensar com confiança sobre seu bebê e sua gravidez.

Enfim, durante os meses de gravidez, quando o cérebro está mudando tanto, é especialmente importante cuidar de si mesma! Na galeria de fotos abaixo estão, portanto, sete maneiras de cuidar de si mesma (e do bebê!) durante a gravidez. Confira!


São Raimundo Nonato

Leia também:
A incrível história do padroeiro das grávidas – e uma oração por um parto feliz

Tags:
Gravidez
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
6
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
7
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia