Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEspiritualidade
line break icon

O que os pastores nos ensinam sobre a nossa fé em Deus

Annunciation to the Shepherds

Public Domain

Philip Kosloski - publicado em 31/12/20

Assim como os pastores, temos pressa para encontrar Deus no dia a dia?

Na noite de Natal, o Evangelho de Lucas explica que os pastores “foram com pressa e encontraram Maria e José, e o menino deitado na manjedoura” (Lucas 2,16). Mas e nós? Temos uma urgência semelhante quanto à nossa fé em Deus?

O Papa Bento XVI refletiu sobre isso durante uma homilia de Natal em 2012:

“Depois que os anjos partiram, os pastores disseram uns aos outros: passemos a Belém e vejamos o que nos aconteceu (cf. Lc 2, 15). Os pastores foram apressados ​​a Belém, diz-nos o evangelista (cf. 2,16). Uma santa curiosidade os impeliu a ver esta criança em uma manjedoura, que o anjo havia dito ser o Salvador, Cristo Senhor. A grande alegria de que o anjo falou tocou seus corações e lhes deu asas.”

Curiosidade sagrada

De fato, é interessante pensar em ter uma “curiosidade sagrada”, semelhante a uma criança curiosa por algo que é novo, ávida por aprender mais, largando tudo para perseguir algo. Ao pensar nesta característica dos pastores, devemos refletir sobre a nossa própria abordagem a Deus e se temos alguma curiosidade que nos impele a “nos apressar”. Disse Bento XVI:

“Os pastores se apressaram. A curiosidade sagrada e a alegria sagrada os impeliram. Em nosso caso, provavelmente não é muito frequente que nos apressemos pelas coisas de Deus. Deus não figura entre as coisas que exigem pressa. ‘As coisas de Deus podem esperar’, pensamos e dizemos. E ainda assim ele é a coisa mais importante, em última análise, a única coisa verdadeiramente importante. Por que não devemos também ser movidos pela curiosidade de ver mais de perto e saber o que Deus nos disse?

Bento XVI finaliza:

“Peçamos a Deus que toque os nossos corações com a santa curiosidade e a santa alegria dos pastores, e assim passemos com alegria a Belém, ao Senhor que hoje vem mais uma vez ao nosso encontro.”

Não é, portanto, um excelente conselho para reavaliarmos nossa fé em Deus neste tempo de Natal?


Jesus Christ

Leia também:
Firmeza na fé em Deus

Tags:
Natal
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia