Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Uma polêmica e absurda “oração de gênero” no Congresso dos EUA

Congresso dos EUA

Domaine Public

Francisco Vêneto - publicado em 07/01/21

Congressista democrata que também é pastor rezou "amen and awoman", desvirtuando o significado da palavra "amém" com viés ideológico

Uma polêmica e absurda “oração de gênero” em pleno Congresso norte-americano despertou reações críticas ao uso da palavra “amém” com um suposto sentido sexista que ela jamais possuiu.

O pastor e deputado democrata Emanuel Cleaver encerrou a oração de abertura do 117º Congresso, neste dia 3 de janeiro, com as palavras “amen and awoman“.

É que, em inglês, a palavra “amém” foi incorporada ao vocabulário religioso com a grafia “amen” e com pronúncia que soa como “a man“, ou seja, “um homem”. O deputado achou boa ideia, por isto, acrescentar também “uma mulher” ao final da sua prece…

Acontece, entretanto, que o termo não tem relação nenhuma com este significado. “Amém” é uma palavra originada do hebraico e quer dizer apenas “assim seja”. Trata-se de um termo tão emblemático que foi adotado praticamente inalterado pelos idiomas grego e latim. A partir do latim, também passou para vasta quantidade de línguas modernas com o mesmo sentido de “assim seja”.

Até que…

O deputado democrata resolveu que nem mesmo o amém pode ser poupado das esdrúxulas e absurdas “adequações” politicamente corretas que a ideologia de gênero tem procurado impor ao discurso social mundo afora.

Uma polêmica e absurda “oração de gênero”

Emanuel Cleaver assim orou:

“Pedimos em nome do Deus monoteísta. Deus conhecido por muitos nomes e por muitas crenças diferentes. Amen and awoman [“um-homem e uma-mulher”, em vez de “assim seja”].

O deputado compartilhou um vídeo dessa prece no Twitter, onde recebeu críticas de diversos usuários que lhe ensinaram o real significado da palavra “amém”.

Um deles foi o também deputado Guy Reschenthaler, republicano e representante da Pensilvânia. Ele escreveu:

“‘Amen’ é uma palavra via latim que quer dizer ‘assim seja’. Não é uma palavra com gênero. Infelizmente, os fatos são irrelevantes para os ‘progressistas’. Inacreditável”.

O ator e comediante Matt Walsh também criticou o uso ideologizado da oração. Via Twitter, ele registrou:

“‘Amen’ é uma palavra via latim que significa ‘verdadeiramente’ ou ‘assim seja’. ‘Awoman’ é uma palavra absurda que não significa nada”.



Leia também:
Ideologia de gênero ou quando se perde o senso comum

Tags:
Ideologia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia