Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 03 Agosto |
home iconCultura e Viagem
line break icon

Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é encontrada em Israel

Deserto de Negev

Ein Avdat | CC BY SA 4.0

Deserto de Negev

Francisco Vêneto - publicado em 11/01/21

A frase completa, em grego antigo, diz "Abençoada Maria, que viveu uma vida imaculada"

Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é encontrada em Israel, perto da fronteira com o Egito. A frase completa, em grego antigo, diz “Abençoada Maria, que viveu uma vida imaculada“.

Segundo matéria de 9 de janeiro da mídia israelense, a pedra foi achada recentemente no Parque Nacional Nitzana, que fica em pleno deserto de Neguev. Ela tem 25 centímetros de diâmetro e fazia parte da lápide de uma mulher que viveu naquela região cerca de 1.400 anos atrás.

Quem a encontrou foi um funcionário da manutenção do Parque Nacional. De acordo com informações da Autoridade de Antiguidades de Israel, que estudará o achado, o parque Nitzana é um local de grande relevância para as pesquisas sobre a transição do período bizantino para o período islâmico. Há registros, porém, muito mais antigos sobre a atividade humana nessa área. Ainda no século III a.C., o local já era uma estação de passagem dentro de uma rota comercial importante do povo nabateu. Nos séculos V e VI d.C., Nitzana possuía uma fortaleza militar, igrejas, um mosteiro e essa estação de passagem de peregrinos cristãos que se dirigiam ao Monte Sinai.

Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana

A pedra funerária recém-encontrada é mais uma das muitas demonstrações históricas da veneração cristã a Nossa Senhora, enfatizando especialmente o seu aspecto imaculado, ou seja, sem a mancha do pecado.

Além disso, como objeto arqueológico, ela pode ajudar os pesquisadores a identificarem melhor os limites dos cemitérios cristãos da região, o que contribui para a delimitação do próprio assentamento, que ainda é desconhecida.




Leia também:
Por que os católicos chamam a Virgem Maria de ‘rainha’?

Tags:
HistóriaMaria
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
4
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia