Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Viagem do Papa ao Iraque se torna incógnita por desdobramentos da pandemia

Refugiados iraquianos

Francisco Vêneto - publicado em 14/01/21

Prevista para 5 a 8 de março, visita de Francisco seria a primeira de um Papa ao Iraque na história

Viagem do Papa ao Iraque se torna incógnita por desdobramentos da pandemia: o próprio Francisco declarou em recente entrevista ao canal Mediaset 5, da Itália, que não tem certeza da manutenção da sua visita nas datas previstas, 5 a 8 de março. A incerteza se deve aos atuais aumentos de contágios pelas novas cepas do coronavírus em dezenas de países.

A visita de Francisco seria a primeira de um Papa ao Iraque em toda a história e é vista com grande expectativa pelas autoridades do país, que depositam nela fortes esperanças de incentivo à pacificação da difícil convivência entre grupos muito distintos no território iraquiano.

O simples anúncio da viagem, aliás, já proporcionou resultados positivos como o reconhecimento do dia de Natal como feriado nacional proclamado pelo parlamento. Até então, dada a vasta maioria muçulmana do país, a celebração cristã do Natal não tinha particular relevância na sociedade iraquiana.

Além dessa mudança, outro acontecimento recente de grande relevância foi a decisão do líder muçulmano xiita Muqtada al Sadr, muito influente no parlamento iraquiano, de criar um comitê para investigar denúncias de expropriação indevida de imóveis pertencentes a cristãos no país. O governo também está promovendo medidas para facilitar a volta dos cristãos aos territórios de onde foram expulsos pelos fanáticos do Estado Islâmico, em particular na Planície de Nínive, que sofreu dramaticamente a brutalidade da invasão desse grupo jihadista e terrorista na década passada.

De fato, essa região faz parte do roteiro da viagem do Papa: além da capital, Bagdá, Francisco visitaria as cidades de Erbil, Mossul e Qaraqosh, na Planície de Nínive, bem como a área da Planície de Ur, ligada à memória do patriarca Abraão.

Viagem do Papa ao Iraque se torna incógnita

Apesar das atuais incertezas sobre a manutenção da viagem nas datas divulgadas, os preparativos continuam, já que, em todo caso, a visita seria adiada, mas não cancelada.

O Patriarcado de Babilônia dos Caldeus confirmou o lema da viagem, “Todos sois irmãos”, baseado no Evangelho de São Mateus. Ele representa o propósito da viagem: Francisco reforçará a mensagem de fraternidade, estendendo a mesma proposta feita em 2019 na viagem aos Emirados Árabes Unidos.

Também já foi apresentado o logotipo da viagem apostólica, no qual se vê o mapa do Iraque, os rios Tigre e Eufrates e uma palmeira, bem como uma pomba branca com um ramo de oliveira sobre as bandeiras entrelaçadas do Iraque e do Vaticano.


Iraque devastado pelo Estado Islâmico

Leia também:
Papa Francisco visitará o Iraque daqui a 3 meses: viagem será desafio de segurança

Tags:
Papa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia