Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 04 Dezembro |
São João Damasceno
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Como aproveitar os anos de aposentadoria

COUPLE

Rawpixel.com - Shutterstock

Ignasi De Bofarull - publicado em 20/01/21

Um pouco de planejamento pode fazer deste período uma época maravilhosa

A maioria das pessoas anseia pela aposentadoria, período no qual podemos colher os frutos de nosso trabalho profissional anterior. Mas também é comum que as pessoas se aposentem e percebam que não têm ideia do que fazer agora que não trabalham mais.

Um aposentado sem planos

Como aposentados, podemos começar com alegria nossas “férias remuneradas e permanentes” e simplesmente dizer a nós mesmos: “É hora de descansar”. Neste caso, o descanso pode significar acordar tarde, tirar sonecas no meio do dia, fazer caminhadas e dedicar-se a hobbies, por exemplo.

Nesse cenário, não fazemos planos e deixamos a vida nos surpreender. E a vida vai mesmo surpreender-nos, porque sem planos, sem meta e sem horário, não há vida.

Os aposentados têm a liberdade de decidir como usar seu tempo e, devido à idade e às circunstâncias, certamente viverão em um ritmo mais tranquilo. Mas não podemos gastar todo o nosso tempo no “dolce far niente” ou “agradável ociosidade”.

De fato, o “não fazer nada” deixa de ser “doce” quando se prolonga por muito tempo e vem com a falta de contato humano e a preguiça. Em algum momento, podemos olhar no espelho e perguntarmos como chegamos aqui e por que não estamos felizes.

“Fazer nada” pode ser, portanto, um caminho para a solidão. E o que o espelho diz de volta para nós quando estamos nessa situação? Diz uma coisa simples: “Sim, isso é aposentadoria. O jornal não chega e nem todos os seus amigos têm os mesmos gostos que você. Acorde, mexa-se!”

Um cronograma

Um primeiro passo sábio para seguir o conselho do espelho é fazer um cronograma – e segui-lo. A medicina geriátrica sugere a caminhada como uma atividade essencial. Isso também torna mais fácil encontrar amigos em situações semelhantes que estejam dispostos a dar um passeio. É bom acordar cedo para dar um passeio! Se puder, é bom pegar um ônibus ou dirigir um pouco para dar um passeio em um belo parque ou no campo.

Levantar cedo é difícil, mas é benéfico. Se marcarmos um horário para acordar, em vez de nos jogarmos e revirarmos entre os lençóis, podemos pular da cama com um bom pensamento: “Este vai ser um bom dia, pelo menos no que depender de mim.”

Essa abordagem significa viver de acordo com nossa própria vontade. Não devemos viver de acordo com uma vontade inconstante, mas precisamos estar apaixonados pela vida e por sermos o melhor cônjuge, pai e avô que podemos ser.

O trabalho continua

Podemos ter vontade de dizer: “Já fui um pai bom e trabalhador quando minha vida, filhos, trabalho e esposa exigiam isso”. Mas isso não é bom o suficiente. O trabalho continua por dois motivos: dá energia e direção às nossas atividades e porque nos torna mais amáveis ​​e cordiais. Tornar-se um bom cozinheiro pode ser divertido. As compras diárias, por exemplo, podem ser uma boa ideia, especialmente se forem para preparar refeições caseiras frescas.

Cada um de nós pode ser um cozinheiro! Como aposentados, podemos preparar uma refeição simples para que nosso cônjuge tenha tudo pronto quando voltar para casa. Após as refeições, há a tentação de tirar uma soneca e assistir televisão. É bom assistir ao noticiário, mas não devemos passar a tarde toda em frente à TV. Um cochilo não é obrigatório, e é melhor definirmos um alarme para não dormirmos muito à tarde. Todos sabem de quanto descanso precisam e devem se avaliar de acordo com as próprias características.

Leitura

As bibliotecas de hoje são como paraísos terrestres! Você pode encontrar jornais, revistas, livros, silêncio, computadores … Há movimento, vitalidade e juventude. Romances são uma boa ideia. Em vez de comprar livros, vamos dar uma olhada na biblioteca. Se não gostarmos de algum, podemos devolvê-lo e tentar um diferente.

Além disso, ajuda muito se tivermos amigos que lêem, para que possamos compartilhar nossos pensamentos sobre o que lemos e desfrutar da companhia uns dos outros. Aposentados procuram amigos para compartilhar a vida. A solidão mata lentamente e é a antítese da amizade.

Voluntariado

Muitas vilas e cidades têm atividades para aposentados em centros de idosos, como pintura, teatro e música, por exemplo. Mas além de satisfazer nossos próprios interesses, vamos nos dedicar a ajudar os outros!

O voluntariado não tem limites: arrecadar alimentos para os necessitados, ajudar os jovens a aprender a ler… A lista é interminável. Essas atividades encherão nosso coração de orgulho, senso de utilidade e alegria. E chegaremos em casa cansados, mas com muita vontade de contar ao nosso cônjuge como foi o dia.

Enfim, tudo isso pode ser feito de mãos dadas com o Senhor. Estando aposentados, temos tempo para ir à missa durante a semana, rezar um rosário ou outra oração com os amigos em frente ao tabernáculo. A presença do Senhor em nossas vidas nos ajudará a sermos verdadeiramente felizes.

Aposentadoria em casal

Acima de tudo, vamos permanecer ativos, ajudar os outros e nutrir nossos relacionamentos com Deus.Focar nessas coisas nos tornará mais realizados, uma melhor influência e uma presença mais construtiva para nossos amigos, filhos, netos e até mesmo para o nosso cônjuge!

Aliás, se queremos agradar a Jesus, devemos primeiro agradar ao nosso cônjuge, porque é isso que Ele nos pede.

Por último, podemos convidar nosso cônjuge a nos acompanhar no fim de semana em nosso trabalho voluntário ou outras atividades, pois em breve também estarão se aposentando.

A aposentadoria como casal é ainda mais legal!


Fatigued, Woman, Old person, Depression

Leia também:
Aposentadoria: cuidado com a depressão


ELDERLY COUPLE

Leia também:
A aposentadoria, um novo desafio para o casal

Tags:
Idosos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia