Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Líbano: mil pessoas são alimentadas todos os dias na “sopa dos pobres”

ACN-20201109-106723.jpg

Maria Lozano

Fundação AIS - publicado em 31/01/21

São essencialmente famílias cristãs e muitas provenientes da Síria por causa da guerra neste país. No Vale de Bekaa, relativamente perto da fronteira entre o Líbano e a Síria, a Igreja desenvolve um projecto muito importante de apoio social junto dos mais pobres. A diocese católica Greco-Melquita de Zahlé tem procurado ajudar não só a população do Líbano, cujo país atravessa uma das mais graves crises da sua história recente, como também todos os refugiados provenientes da Síria.
As famílias cristãs provenientes da Síria e que vivem no Líbano, especialmente nesta região perto da fronteira, são pessoas como que encurraladas entre um passado terrível e um presente que se mostra assustador.
Um dos projectos mais relevantes ocorre na diocese de Zahlé. É o serviço de refeições diárias conhecido como “a sopa dos pobres”. Actualmente cerca de mil pessoas acorrem a este refeitório solidário para receberem uma refeição quente. Por causa da pandemia do coronavírus, a Igreja disponibiliza também equipas que vão entregar a comida a casa dos que não se podem deslocar até à Mesa Misericordiosa de São João, como esta estrutura é denominada.
O apoio da Fundação AIS tem-se revelado essencial para a manutenção deste projecto solidário. O pagamento do aluguer de quartos ou de casas para as famílias cristãs assim como o apoio na alimentação diária ou na compra de medicamentos são algumas das áreas de intervenção da Igreja graças aos projectos desenvolvidos pela Ajuda à Igreja que Sofre neste país. Desde 2019 este apoio na ajuda de emergência a estas famílias por parte da Fundação AIS ascendeu já a 3,6 milhões de euros.

Tags:
Mundo
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia