Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 14 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O poder da família para os doentes de câncer

web3-man-woman-couple-cancer-shutterstock.jpg

Photographee.eu /Shutterstock

Javier Fiz Pérez - publicado em 05/02/21

O apoio emocional aos pacientes com câncer é fundamental para o tratamento da doença

A palavra “câncer” pode causar um grande impacto em uma pessoa. Depois de saber que tem a doença, o paciente entrará em uma longa viagem, que pode afetar sua saúde física, o bem-estar mental e a relação com os entes queridos.

É por isso que, durante o tratamento, é importante que os pacientes sejam acompanhados pela família. A ela cabe a missão de dar-lhes suporte físico e emocional.

De fato, os pacientes não devem ter medo de dizer aos médicos e aos seus próximos o que estão sentindo, especialmente se isso lhes causa preocupações. Portanto, é muito importante buscar ajuda de um especialista quando há mudanças que causam mal-estar ou infelicidade.

Os familiares mais próximos, cônjuges, filhos, pais, irmãos e amigos precisam ser a principal fonte de apoio aos doentes com câncer. Eles também precisam contar com terapeutas que os ouçam e atendam suas necessidades e preocupações. Todas essas pessoas devem ser sensíveis aos desejos dos pacientes de compartilhar e conhecer informações sobre o câncer, o tratamento e seu próprio prognóstico.

Rede de apoio aos pacientes com câncer

Uma rede de apoio pode ajudar a reduzir o estresse dos pacientes a ajudá-los a lidar com o câncer. Os pacientes não devem sentir medo ao pedir ajuda aos parentes e amigos. Eles podem ajudar com os filhos, com a alimentação, transporte ou simplesmente ouvir os pacientes em suas inquietudes.

Por outro lado, a falta de apoio da família tem sido associada a maiores índices de ansiedade e a uma menor qualidade de vida.

Também é importante a disponibilidade da família para ouvir os sentimentos e pensamentos dos pacientes, evitando assim a depressão dos mesmos.

De fato, a ansiedade é menos comum nos pacientes que são capazes de se comunicar livremente com sua família. Entretanto, um dado preocupante é que os pacientes com câncer que não têm apoio social têm maior risco de cometer suicídio.

Evidentemente, o melhor grupo de apoio é a família e os amigos. Eles constituem as verdadeiras raízes afetivas,nutrem o amor e são o melhor remédio para o bom estímulo aos cuidados clínicos do paciente com câncer.

Tags:
CâncerFamília
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia