Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 29 Novembro |
São Saturnino de Cartago 
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Terapia holística: nossa mão estendida para você 

Vanderlei de Lima - publicado em 07/02/21

Quem vai ao médico – por não estar bem ou para uma consulta de rotina – é nosso ser inteiro, não uma parte

Prezado(a) leitor(a), não são poucas as pessoas que muito sofrem sem, na verdade, saber a quem recorrer. Eis porque este artigo apresenta uma proposta de terapia (tratamento) que poderá ajudá-lo(la).

Partimos de um exemplo muito simples, mas profundo: se fôssemos desmontáveis (como uma máquina qualquer), ao nos sentirmos com algum incômodo, poderíamos chamar um motoboy e pedir-lhe que levasse, por exemplo, nossa mão ao médico porque o polegar está inchado e doendo. Isso, no entanto, é impossível. Quem vai ao médico – por não estar bem ou para uma consulta de rotina – é nosso ser inteiro, não uma parte.

Isso posto, lembramo-nos de duas palavras gregas: psicossomático e holos. Elas desejam confirmar que somos, enquanto seres humanos, um todo (holos) harmonioso composto de alma espiritual (psique) e corpo material (soma), portanto psicossomáticos. Daí se falar em terapia holística (total), ou seja, aquela que não fraciona o ser humano nem tenta encaixá-lo em categorias pré-estabelecidas qual peça de engrenagem. Ao contrário, como cada pessoa é única e irrepetível, o método de terapia a ser-lhe aplicado – mesmo supondo, é claro, as bases teóricas já estudadas – não parte apenas de pré-conceitos, mas é construído caso a caso em sessões semanais ou quinzenais. 

Sentido da vida

Aqui, ocorre-nos outro exemplo. Conta-se que um pai, possuidor de certa cultura, trabalhava afoito no escritório de sua casa, mas foi, a certa altura, interrompido pelo filho pequeno desejoso de atenção. Sabendo que o menino não desprezava um bom desafio, o pai rasgou um mapa do mundo em vários pedaços e disse ao pequeno: “Só volte quando tiver montado o mapa corretamente”. Em cerca de três minutos, a criança o chamou dizendo que a tarefa estava feita. Vendo o mapa perfeito no chão, o homem disse admirado: “Meu filho, como você fez isso?” O garoto respondeu: “Foi fácil. Nas costas do mapa tinha um homem. Ao consertá-lo, consertei o mundo”. Battista Mondim confirma isso ao assegurar: “Sobre esse ponto existe hoje um consenso que podemos chamar universal. Existencialistas e estruturalistas, marxistas e tomistas, evolucionistas e espiritualistas, ateus e cristãos estão todos de acordo em atribuir ao estudo do homem uma importância capital” (O homem: quem é ele? 11ª ed. S. Paulo: Paulus, 2003, p. 7).

Qual é, então, a linha de abordagem terapêutica que oferecemos? – É a que visa ajudar a encontrar o verdadeiro sentido da vida: Quem sou eu? De onde vim? Para onde vou? Por que estou aqui? Por que amo? Por que sofro? Etc. Em última análise, o (a) terapeuta há de tentar levar quem o procura a se conhecer profundamente. Ora, conhecendo-se – com seus pontos fortes e fracos – saberá trabalhar melhor o seu “vazio existencial” e será, por conseguinte, um ser humano mais feliz e seguro. Sim, nosso trabalho “trata do homem total, brota da consideração de espírito (noos), respeita-lhe a dignidade de pessoa, torna-se uma força libertadora dos condicionamentos e determinismos e aponta para os valores mais altos” (Izar Aparecida de M. Xausa. A psicologia do sentido da vida. 2ª ed. Campinas: Vide, 2013, p. 14).

Acrescentemos ainda algo que julgamos importante: o terapeuta que vê a pessoa humana como psicossomática não pode deixar de contar – caso a questão exija – com o auxílio de bons médicos. Dentre eles, três especialidades se fazem, a nosso ver, essenciais: a Psiquiatria, a Neurologia e a Cardiologia.

Prezado(a) leitor(a), adolescente, jovem ou adulto, queremos ser a mão amiga em suas não poucas nem pequenas dificuldades. Conte conosco!

Contato por Whatsapp: (19) 995649949 




Leia também:
Papa Francisco: cuidado com o vazio de sentido da vida

Tags:
DepressãoFelicidadeSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia