Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 01 Agosto |
home iconCultura e Viagem
line break icon

Uma peregrinação seguindo os passos de Santa Clara

Basilica of St. Clare

Marco Rubino | Shutterstock

Bret Thoman, OFS - publicado em 09/02/21

Este é o terceiro de uma série de três artigos sobre os mais importantes locais franciscanos na belíssima Assis

Todos os anos, inúmeros peregrinos vêm a Assis para seguir os passos de São Francisco e aprender sobre um dos maiores santos da Igreja Católica. No entanto, muitos desconhecem a jornada paralela empreendida por uma grande santa de Assis: Santa Clara. Sua história é notável por si só.

A jornada de Santa Clara começa na área superior de Assis, na Catedral de San Rufino. À esquerda da catedral está uma pequena capela que marca o local onde ficava a casa paterna de Clara. Nessa região, embora tenha crescido em uma família privilegiada, ela dedicou seus dias à oração, ao jejum e à oferta de comida aos pobres. Quando ela tinha 18 anos, Clara tomou sua decisão definitiva. À meia-noite após o Domingo de Ramos de 1212, ela fugiu da riqueza e dos privilégios do castelo nobre de seu pai para seguir Francisco na pobreza.

Itinerário

Desça a colina seguindo as placas direcionais para Santa Clara / Santa Chiara. Depois de descer várias escadas, você verá a Basílica de Santa Clara à esquerda. Quando Clara passou por este local naquela noite, havia uma pequena igreja dedicada a São Jorge. O lado direito da basílica atual fazia parte da Igreja de San Giorgio (São Jorge). Após a morte de Clara, foi incorporada à basílica construída para guardar o seu túmulo.

Agora siga as indicações para Moiano. Você chegará ao portão de Moiano. Este é provavelmente o portão da cidade por onde Clara deixou as muralhas de Assis. Os muros da cidade forneciam mais do que apenas segurança, eles continham a identidade do povo. Ao deixar as muralhas da cidade, ela estava renunciando à identidade associada ao seu status nobre para abraçar a vida espiritual.

Veja a galeria de fotos:

Na parte inferior da colina, vire à direita. Em seguida, siga a calçada de tijolos vermelhos até a Basílica de Santa Maria degli Angeli (Santa Maria dos Anjos). Dentro da basílica, logo abaixo da cúpula, fica a igrejinha da Porciúncula. Dentro desta igreja, Francisco cortou o cabelo de Clara, dando-lhe a tonsura monástica. Ela partiu imediatamente para um mosteiro beneditino para mulheres. Nos dias de Clara, a caminhada seria principalmente arborizada através de caminhos rochosos e de terra. Hoje, ela passa inicialmente pelo movimentado bairro residencial de Santa Maria degli Angeli e, depois, ao longo de uma trilha tranquila que margeia o rio Tescio.

No final da trilha, do outro lado da estrada, fica a igreja de San Paolo delle Abbadesse, hoje parte de um cemitério, enquanto na época de Clara era a igreja de um importante mosteiro para mulheres nobres. Provavelmente foi uma decisão estratégica colocá-la ali. Quando os cavaleiros da família de Clara vieram para levá-la embora, ela simplesmente teve que remover o véu e mostrar a eles sua tonsura. Remover à força de um convento uma freira consagrada teria levado à excomunhão. Clara ficou com as freiras beneditinas por cerca de 10 dias.

Francisco e os irmãos acompanharam Santa Clara rumo a outra comunidade religiosa. Começando na porta da cidade de Assis, Porta Nuova, na Via San Benedetto, seguindo em frente, você encontrará uma placa de madeira pintada à mão com uma seta apontando para Sant’Angelo in Panzo.

Comunidade

Não se sabe por que Clara veio morar com esta comunidade religiosa, que talvez fossem beneditinas ou integrantes de um movimento penitencial. A irmã de Clara, Agnes, juntou-se a ela em Panzo. Depois que ela chegou, os cavaleiros de sua família vieram atrás dela. Desta vez, eles tentaram arrastar Agnes com violência. Clara rezou e o corpo de sua irmã ficou tão pesado que eles não conseguiram levantá-la. Este foi o primeiro milagre de Santa Clara. Depois desse episódio, Francisco acompanhou as duas irmãs até sua última casa: São Damião.

Da Porta Nuova de Assis, siga as placas para descer até o Santuario di San Damiano (São Damião). O Santuário de San Damiano é o local mais importante relacionado à vida de Santa Clara. Os visitantes podem ver as baias de madeira do coro onde Clara e as religiosas rezavam. No alto da escada fica o oratório onde Clara orava quando estava doente demais para descer ao coro. No canto do dormitório há uma cruz marcando o local onde Clara morreu. Ali há uma porta de madeira comemorando o momento em que Santa Clara ergueu a Eucaristia para repelir os invasores sarracenos.

Em San Damiano, Clara abraçou a nova vida a que foi chamada. Ela deixou todos os privilégios mundanos por apenas um, que ela chamou de “o maior privilégio da pobreza”.


basilica of saint francis of Assisi

Leia também:
Uma peregrinação seguindo os passos de São Francisco em Assis


Saint Mary of the Angels

Leia também:
Uma peregrinação seguindo os passos de São Francisco no Vale Spoleto

Tags:
SantosViagem
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira rezou todos os dias às 3h...
4
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
5
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
6
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
7
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia