Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 15 Abril |
São Damião Veuster
home iconReligião
line break icon

Iraque: viagem do Papa mostra solidariedade aos cristãos perseguidos

IRAQ

Cortesia Padre Karam Qasha

Reportagem local - publicado em 04/03/21

A visita do Santo Padre ao Iraque – a primeira de um Papa a este país –, é particularmente importante para o futuro da comunidade cristã

A viagem do Papa ao Iraque, que se inicia esta sexta-feira, dia 5, e se prolonga até ao dia 8 de Março, “mostra a importância da solidariedade para com os cristãos perseguidos neste país, mas é também um sinal de afecto e de proximidade para com todas as pessoas que ao longo dos últimos anos colaboraram de alguma forma para a sobrevivência destas famílias”, diz a diretora da Fundação AIS em Portugal, Catarina Martins Bettencourt.

“De fato, para os portugueses, que têm sido tão solidários para com a sofrida comunidade cristã iraquiana, esta viagem do Papa Francisco é muito sentida e significativa”, afirma a diretora do secretariado português da Fundação AIS.

“Todos os que ajudaram a alimentar e a vestir, que contribuíram para o alojamento ou a compra de medicamentos aos milhares de cristãos forçados a fugir quando as suas aldeias e vilas foram ocupadas pelos jihadistas no Iraque, todos eles vão seguramente acompanhar esta visita do Santo Padre com todo o carinho e atenção, como se estivessem na primeira fila”, diz Catarina Martins de Bettencourt.

A visita do Santo Padre ao Iraque – a primeira de um Papa a este país –, é particularmente importante para o futuro da comunidade cristã. Após a libertação das terras ocupadas em 2014 pelos jihadistas do Daesh, o auto-proclamado “Estado Islâmico”, milhares de cristãos começaram a regressar a suas casas. A visita do Papa é, para todos eles, um sinal de esperança após anos de perseguição e discriminação.

Terras bíblicas

A Fundação AIS tem mantido desde a primeira hora um apoio permanente às comunidades cristãs iraquianas. Toda a organização – que depende do Vaticano – esteve envolvida em inúmeras campanhas para que fosse possível avançar com os complexos projetos de reconstrução das casas, mas também das igrejas, das paróquias e conventos e das infraestruturas das aldeias e vilas cristãs. Tudo para que o regresso a casa destas famílias possa ser uma realidade. Até agora, a AIS já financiou a reconstrução de 2.086 casas, especialmente em Baghdeda, Bartella, Tescop, Karamlesh, Bashiqa e Bahzani, Desse trabalho, do sucesso dessa missão depende o futuro da própria comunidade cristã. E os sinais não são positivos.

De fato, em 2003 havia cerca de 1,4 milhões de cristãos no Iraque. Hoje, esse número ronda os 250 mil. “O trabalho realizado pela AIS é essencial”, afirma a directora do secretariado português. “Se as casas, as igrejas, as escolas, os centros de saúde, as infraestruturas não forem reconstruídos, se não houver trabalho, se não se recuperar a segurança nessas regiões, os cristãos não irão regressar. E isso será trágico.”

A Fundação AIS apoiou até hoje a presença da comunidade cristã nas terras bíblicas do Iraque com mais de 48 milhões de euros. É uma ajuda importante mas que nunca traduzirá, pois isso não tem preço, o sofrimento de crianças e idosos, homens e mulheres que foram violentados, humilhados e ofendidos por causa da sua fé.

“Os benfeitores portugueses da Fundação AIS sempre manifestaram um profundo carinho pelo corajoso povo iraquiano e isso foi testemunhado pelo Cardeal Louis Sako, ou pelo Arcebispo Bashar Warda, apenas para lembrar duas das figuras da igreja iraquiana que estiveram em Portugal nos últimos anos a convite da Ajuda à Igreja que Sofre”, recorda ainda Catarina Martins de Bettencourt.

“Sinal do compromisso da Fundação AIS no nosso país para com o povo cristão do Iraque, temos em curso – diz ainda a responsável – uma campanha de ajuda para o regresso das famílias cristãs a suas casas, às suas terras de origem. Tenho a certeza de que agora, com a visita do Santo Padre, mais portugueses vão contribuir para esta causa tão urgente e tão importante para o futuro da própria comunidade religiosa na região”.


CHRISTIAN

Leia também:
5 coisas que você deve saber sobre os cristãos do Iraque

(Com AIS)

Tags:
IraquePapa FranciscoPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
4
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
5
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
6
agnus Dei
Catholic Link
Filme “Agnus Dei”: o dilacerante calvário das freiras...
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia