Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 15 Abril |
São Damião Veuster
home iconAtualidade
line break icon

“Hospital de campanha” inativo, caos e silêncio omisso?

Restrições à Missa durante pandemia de covid-19

Pascal Deloche I Godong

Vanderlei de Lima - publicado em 17/03/21

Na cabeça de alguns, a culpa pela disseminação do vírus é apenas do humilde funcionário da lojinha, apesar deste seguir todos os protocolos sanitários, assim como o seguem os templos religiosos

Desejo refletir, aqui, sobre parte da lógica do caos reinante na pandemia da Covid-19 que estamos vivenciando.

Antes de mais nada, permita-me explicar o que entendo por lógica do caos, dado que ambos os termos parecem se excluir mutuamente. Sim, a lógica é a disciplina do reto pensar. Ora, quem pensa corretamente coloca as coisas em ordem. Já por caos entende-se a desordem, a confusão. Daí, parecer estranho falar em lógica do caos. No entanto, ela existe. Com efeito, quando determinado caos surge para prejudicar mais a uns do que a outros, tudo leva a crer que ele obedece a uma lógica bem arquitetada; do contrário, sairia do controle e prejudicaria até quem dele tenta, de algum modo, se beneficiar. 

Afinal, você já viu o alfabeto jogado sobre a mesa formar um texto? Se não viu, vá um pouco além e tente pensar que toda essa perseguição religiosa reinante, a quebradeira econômica crescente, a estranha sanfona que se abre nas eleições, mas se fecha no Natal e na Páscoa, o distanciamento social que existe nos terminais rodoviários ou nas estações de metrô, mas deixa de valer no interior do circular ou do trem onde as pessoas se espremem nos assentos ou em pé etc. É tudo muito estranho, não? Mais: algum dia, você viu a aglomeração da vergonhosa Cracolândia (cidade do crack) deixar de funcionar? Viu os bailes funks, com muita bebida e drogas ilícitas, em quarentena? 

Ainda: lembra-se de que, antes da Copa do Mundo, dizia-se que não se faz Copa com hospitais? E agora, cuida-se da população – nos serviços de saúde pública, que, salvo raras exceções, sempre deixaram a desejar –, nos estádios padrão Fifa? Que fizeram, fazem ou farão a União, o Estado e o Município: Apenas culparão o povo? Jogarão a bomba uns nas mãos dos outros? Baixarão os altíssimos e muitíssimos impostos que pagamos? – Óbvio é que se grande parte dos políticos profissionais (com seus salários nada modestos), de fato, pensassem no povo, fariam isso, pois se o dinheiro não entra (o comércio está fechado), como vai sair para quitar as dívidas desses dignos trabalhadores? 

Todavia, na cabeça de alguns, a culpa pela disseminação do vírus é apenas do humilde funcionário da lojinha, apesar deste seguir todos os protocolos sanitários, assim como o seguem os templos religiosos. Entretanto, são estes que têm de fechar, pois alguém, em sua lógica do caos, decidiu que não são essenciais. Pois bem, por falar em templos, é de se lembrar o que o Santo Padre, o Papa Francisco, disse, em 06/03/2014: “Hoje podemos pensar a Igreja como um hospital de campanha… Necessita-se de curar feridas. Há muita gente ferida, por problemas materiais, por escândalos, inclusive na Igreja… gente ferida pelas falácias do mundo… Nós sacerdotes devemos estar ali, perto dessa gente. Misericórdia significa antes de tudo curar as feridas… e há também feridas ocultas, porque pessoas se afastam para não as mostrar. Querem manifestação de carinho. E vós – queridos irmãos – lhes pergunto –, conheceis as feridas de vossos semelhantes? As intuís? Estais próximos delas? Esta é a única pergunta”. Mas… a igreja, esse “hospital de campanha” físico, se fechou ou, caso esteja aberta, não pode celebrar a Santa Missa nem, por conseguinte, distribuir a Sagrada Eucaristia, alimento da alma. Você já viu – que contradição! – um hospital de campanha que não funciona em tempo de guerra? Se os abnegados médicos do corpo também colocassem a Medicina entre parênteses como faz, infelizmente, com a Eucaristia, grande parte dos médicos de alma, que faríamos? 

Por fim, ante tantos desmandos – até ditatoriais – de alguns governantes, é de se perguntar onde estão os representantes do povo? Também, enquanto católico, cabe, respeitosamente, indagar: por que a CNBB, sempre tão atuante na realidade nacional, nada fala nem questiona exigindo dos governos federal, estaduais e municipais ao menos a prestação séria das contas com a pandemia?

Quanto lucra a lógica do caos nesta hora do poder das trevas (cf. Lc 22,53) na qual o ímpio parece dizer, uma vez mais: Não há Deus, Deus não existe (cf. Sl 14,1; 53,2)? 




Leia também:
Não é lícito nem sábio tentar abolir a Santa Missa




Leia também:
O estado de taquicardia patológica após mais de um ano de pandemia

Tags:
CoronavírusCovidPandemia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
4
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
5
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
6
agnus Dei
Catholic Link
Filme “Agnus Dei”: o dilacerante calvário das freiras...
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia