Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 15 Abril |
São Damião Veuster
home iconAtualidade
line break icon

Por que usar máscara mesmo depois de vacinado

OLD MAN WITH MASK,

Ramann | Shutterstock

Octavio Messias - publicado em 28/03/21

Um fenômeno cada vez mais comum tem sido ver idosos, já imunizados, recusando-se a usar máscara

Um bom cristão pensa no bem comum, no qual enxerga uma finalidade maior, que o aproxima das palavras e dos valores de Jesus. Em um estágio tão avançado da pandemia quanto este em que nos encontramos, em que batemos o recorde de mortes quase diariamente – o mais recente foi de 3.650 falecimentos em 24h, de um total de 307 mil desde o começo da pandemia. A situação é grave, séria, e não temos tempo a perder discutindo como cada um gostaria que fosse. As coisas são como são e devemos reagir ao seu poder de letalidade com o vigor que essa ameaça exige. Como bem definiu o cientista Miguel Nicolelis: “O Brasil está jogando futebol em meio a uma guerra fora de controle. Ainda dá tempo, mas é para ontem”.

Máscara

Esses números devem ser levados em conta cada vez que se decide flexibilizar os protocolos de segurança. O ato de rebeldia da moda agora tem sido o de idosos, já imunizados por estarem no grupo de risco (o plano estadual de vacinação de São Paulo está atendendo idosos entre 69 e 71 anos; partir de 5 de abril, a população com 68 anos poderá ser vacinada), deixarem de usar máscara. 

Contágio

Tanto a Coronavac quanto a vacina da Sinovac agem levando anticorpos para o organismo, de modo que ele possa reagir e combater o vírus por conta própria. Quando você está vacinado, seu sistema imunológico tem mais condições de se proteger da doença, mas o vírus ainda circula pelo seu organismo, o que permite que você o transmita a outras pessoas, daí a importância de continuar usando máscara para proteger o próximo. Outro equívoco que se comete é achar que já está imunizado porque já foi infectado, o que não condiz com a realidade, já que o vírus vem passando por mutações desde sua disseminação no país, tornando-se cada vez mais adaptado aos nossos anticorpos. 

Empatia

Com isso, um fenômeno cada vez mais comum tem sido ver idosos, já imunizados, recusando-se a usar máscara em casa, quando em companhia de pessoas mais jovens e ainda não imunizadas que estão fora do seu núcleo familiar. É importante reconhecer que os idosos são os que mais sofrem nesta pandemia, uma vez que, como um dos principais grupos de risco, a tensão e as restrições referentes ao coronavírus tiveram de ser bem mais severas. Mas, ainda assim, precisamos refletir sobre o que significa um ato nosso em falso durante a pandemia. Um equívoco de qualquer um de nós pode ter como consequência a morte de uma ou de várias pessoas que cruzarem o seu caminho, independente da idade. E das pessoas que cruzarem o caminho delas, e assim por diante.

Chega de caprichos

Esse questionamento vale ser feito a qualquer um, independentemente da faixa etária: Vale colocar em risco a vida de um irmão, mesmo que desconhecido, por causa de um capricho meu? O que vai desde deixar de usar máscara quando é recomendado a aglomerar por alguns minutos ou deixar de higienizar as mãos sempre que necessário.

Esta pandemia só irá até onde nós, enquanto sociedade, deixarmos que ela vá. E ela já foi longe demais.


Vacina covid-19

Leia também:
Viva a Igreja, viva a Ciência e viva a vacina




Leia também:
O estado de taquicardia patológica após mais de um ano de pandemia

Tags:
CoronavírusPandemia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
4
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
5
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
6
agnus Dei
Catholic Link
Filme “Agnus Dei”: o dilacerante calvário das freiras...
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia