Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 20 Abril |
Santa Inês de Montepulciano
home iconAtualidade
line break icon

Bandidos matam padre e seis leigos em ataque a igreja na Nigéria

Terrorismo na Nigéria

Kate Holt/ UNICEF /eyevine/EAST NEWS

Reportagem local - publicado em 31/03/21

O pe. Ferdinand Fanen Ngugban havia recebido a ordenação sacerdotal em 2015

Bandidos matam padre e seis leigos em ataque a igreja na Nigéria, confirmou hoje a diocese de Katsina-Ala, segundo informações reportadas pela agência de notícias ACI África, do grupo católico ACI.

O pe. Ferdinand Fanen Ngugban acabava de celebrar a Missa na igreja de São Paulo no vilarejo de Aye-Twar, no Estado de Benue, quando foi baleado na cabeça por bandidos armados nesta terça-feira, 30 de março.

O sacerdote havia saído da igreja para verificar o que estava ocorrendo enquanto um grupo de pessoas deslocadas por bandos jihadistas tentavam se abrigar nas instalações da paróquia. Na confusão, os delinquentes dispararam e alvejaram sete pessoas, entre elas o pe. Ferdinand. As informações foram confirmadas em comunicado divulgado hoje, 31, pelo chanceler da diocese de Katsina-Ala, pe. Fidelis Phelle Akjmbul.

Bandidos matam padre e seis leigos em ataque a igreja na Nigéria

Catherine Anene, relações públicas da polícia de Benue, também relatou os assassinatos:

“Confirmamos a ocorrência do ataque à igreja católica de São Paulo na vila de Aye-Twar, no centro de Agu, em Katsina-Ala. Durante o ataque, o reverendo pe. Ngugban perdeu a vida. Seu corpo foi levado ao Hospital Geral de Kastina-Ala, enquanto uma operação conjunta da polícia e outras agências de segurança estão em busca dos delinquentes”.

O pe. Ferdinand Fanen Ngugban havia recebido a ordenação sacerdotal em 2015.

Ao informar sobre os preparativos do funeral, o chanceler diocesano pe. Fidelis incentivou os fiéis a rezarem pela alma das pessoas vitimidas pela enésima barbárie perpetrada na Nigéria nos últimos anos:

“Que as almas do pe. Ferdinand Fanen Ngugban e dos seus companheiros descansem em paz”.


Cristãos perseguidos na Nigéria

Leia também:
Católicos se reúnem clandestinamente para rezar na Nigéria, sob risco de ataques

Tags:
PadresPerseguiçãoTerrorismo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia