Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 23 Outubro |
São João de Siracusa
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Contra a dignidade do trabalho honesto?

Chansom Pantip / Shutterstock.com

Vanderlei de Lima - publicado em 31/03/21 - atualizado em 31/03/21

Sem o trabalho digno garantido não há como falar nas demais questões sociais

Decretos de governadores e prefeitos têm impedido que trabalhadores ganhem o pão de cada dia para o sustento próprio e de seus dependentes diretos e indiretos. Ora, tais medidas ditatoriais ferem a dignidade humana em sua essência. 

Dentre as mais de 100 (cem) citações sobre o trabalho registradas no Compêndio da Doutrina Social da Igreja (7ª ed. São Paulo: Paulinas, 2011), propomos, aqui, algumas para reflexão de cada irmão e irmã que vê a dignidade natural e sobrenatural do trabalho honesto ser jogada no lixo por governantes egoístas. Todos eles, sem dúvida, serão, um dia, julgados pela história, pelos eleitores e pelo próprio Deus que, feito homem por amor de nós, lhes repetirá o seu terrível “Ai de vós” (cf. Mt 23,23-39).

Passando aos textos em si, a Igreja ensina que o trabalho digno não é maldição decorrente do pecado, mas bênção divina a cada trabalhador que colabora com Deus pelo bem da humanidade (cf. Compêndio n. 263). “O trabalho pertence à condição originária do homem e precede a sua queda; não é, portanto, nem punição nem maldição. Este se torna fadiga e pena por causa do pecado de Adão e Eva, que quebrantam o seu relacionamento confiante e harmonioso com Deus (cf. Gn 3, 6-8)” (Compêndio n. 255). Embora ninguém deva ser ou ficar escravo do trabalho, ele é essencial à vida humana (cf. Compêndio n. 257-258). Mais: “Na Sua pregação, Jesus ensina a apreciar o trabalho. Ele mesmo, se tornou semelhante a nós em tudo, passando a maior parte dos anos da vida sobre a terra junto de um banco de carpinteiro, dedicando-se ao trabalho manual, na oficina de José (cf. Mt 13,55; Mc 6,3), a quem estava submisso (cf. Lc 2,51). Jesus condena o comportamento do servo indolente, que esconde debaixo da terra o talento (cf. Mt 25,14-30) e louva o servo fiel e prudente que o patrão encontra aplicado em cumprir a tarefa que lhe fora confiada (cf. Mt 24,46). Ele descreve a Sua própria missão como um trabalhar: ‘Meu Pai continua agindo até agora, e eu ajo também’ (Jo 5,17); e os seus discípulos como operários na messe do Senhor, que é a humanidade a evangelizar (cf. Mt 9,37-38). Para estes operários vale o princípio geral segundo o qual ‘o operário é digno do seu salário’ (Lc 10,7); eles estão autorizados a permanecer nas casas em que forem acolhidos, a comer e a beber do que lhes for servido (cf. ibidem)” (Compêndio n. 259).

Sem o trabalho digno garantido não há como falar nas demais questões sociais. Sim, “o trabalho, com efeito, chave essencial de toda a questão social, condiciona o desenvolvimento não só econômico, mas também cultural e moral, das pessoas, da família, da sociedade e de todo o gênero humano” (Compêndio n. 269). A falta de trabalho é uma das grandes multiplicadoras da pobreza (cf. Compêndio n. 269; cf. Pv 10,4). Mais: “O trabalho é um direito fundamental e é um bem para o homem: um bem útil, digno dele porque apto a exprimir e a acrescer a dignidade humana. A Igreja ensina o valor do trabalho não só porque este é sempre pessoal, mas também pelo caráter de necessidade. O trabalho é necessário para formar e manter uma família, para ter direito à propriedade, para contribuir para o bem comum da família humana. A consideração das implicações morais que a questão do trabalho comporta na vida social induz a Igreja a qualificar o desemprego como uma verdadeira calamidade social, sobretudo em relação às jovens gerações” (Compêndio n. 259). Se o Estado, de modo totalitário, fecha tudo, de onde virá o recurso para pagar aluguel, água, energia elétrica, impostos etc.? A quebra da economia traz apenas o caos social. Isso é o que desejam? Se sim, por que não o dizem logo?

Por fim, a Igreja não defende um Estado totalitário, como é próprio do comunismo “intrinsecamente perverso” (cf.Pio XI.Divini Redemptoris,1937, n. 58), mas, sim, que ele ajude a “secundar a atividades das empresas, criando as condições que garantam ocasiões de trabalho, estimulando-a onde for insuficiente e apoiando-a nos momentos de crise” (Compêndio n. 291). Infelizmente, vemos o contrário. 

Vai aqui uma indagação: por qual misteriosa razão quase ninguém diz uma palavra em favor desses “fracos e oprimidos” trabalhadores, incluindo 71% das famílias que vivem nas favelas com metade de sua renda normal devido às restrições de governadores e prefeitos (cf. Cristyan Costa. Revista Oeste, 28/03/21, online)?


Vacina covid-19

Leia também:
Viva a Igreja, viva a Ciência e viva a vacina

Tags:
CoronavírusPandemia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
3
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
6
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
7
JESUS
O São Paulo
Que os mortos enterrem seus mortos: o que Jesus quis dizer com is...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia