Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
home iconCultura e Viagem
line break icon

Santa Cruz de Jerusalém: as relíquias da Cruz e a Paixão de “Nennolina”

Associazione Nennolina Antonietta Meo - Parrocchia Santa Croce in Gerusalemme; 12 - 00185 Roma.

Marinella Bandini - publicado em 06/04/21

Reviva a antiga tradição quaresmal dos cristãos romanos descobrindo as "igrejas estacionais”

Na basílica que abriga as relíquias da Paixão, encontramos Antonietta Meo, uma menina que viveu sua Paixão pessoal nas pegadas de Jesus, oferecendo seu próprio sofrimento para a salvação do mundo.

“Nennolina” – como é carinhosamente conhecida – nasceu em 1930. Era vivaz, alegre e, acima de tudo, cheia de fé, aprendida em casa e na Ação Católica. Aos 5 anos, ela foi diagnosticada com osteossarcoma, um tumor ósseo maligno. Foi então que teve início sua “Via Crucis”: da amputação de sua perna até sua morte, aos seis anos e meio.

A doença foi agressiva e muito dolorosa, mas ela ofereceu tudo para a salvação dos pecadores, sem qualquer queixa. Mesmo no aniversário da amputação de sua perna ela queria comemorar e dizia: “eu não perdi uma perna, eu a dei a Jesus”. Na noite de Natal de 1936, ela recebeu sua Primeira Comunhão.

Nennolina confidenciou a sua mãe que viu Jesus Crucificado: “Eu O vejo vivo, em carne e osso, como vejo você!… Às vezes Ele olha para mim, outras vezes Ele abaixa os olhos ou os fecha”. Ela faleceu em 3 de julho de 1937 e seu corpo repousa na Basílica da Santa Cruz de Jerusalém.

Em 2007, Bento XVI proclamou Nennolina venerável. Alguns dias mais tarde, ele falou aos jovens da Ação Católica com estas palavras: “Vocês podem considerá-la como uma amiga, um modelo para inspirá-los. Sua existência demonstra que a santidade é para todas as idades.

Embora fosse Filho de Deus, aprendeu a obediência por meio dos sofrimentos que teve. E uma vez chegado ao seu termo, tornou-se autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem.Hebreus 5, 8-9




Leia também:
As histórias de martírio na Basílica de Santo Estêvão no Monte Célio

* Em colaboração com o Escritório de Comunicação Social do Vicariato de Roma

Tags:
igrejasViagem
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
7
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia