Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

Uma promessa cumprida: os mosaicos de Basílica de Santa Maria Maior

shutterstock_1882297720.jpg

Stefano_Valeri | Shutterstock

Marinella Bandini - publicado em 06/04/21

Reviva a antiga tradição quaresmal dos cristãos romanos descobrindo as "igrejas estacionais”

Na Quarta-feira Santa, a estação da Quaresma está novamente em Santa Maria Maior. Os mosaicos (século V) ao longo da nave falam da promessa de Deus para o povo judeu e sua ajuda para alcançá-la. São as histórias de Abraão, Jacó, Moisés e Josué.

Também nos encaixamos nesta jornada. Diante de nós está Maria. Os mosaicos do arco triunfal e da abóboda nos mostram os principais momentos de sua vida terrena e sua glória ao lado de seu Filho, nos quais também nós somos convidados a participar.

Outro mosaico, hoje escondido pela lógia das bênçãos, fala da fundação da basílica. Segundo a tradição, na madrugada de 5 de agosto de 352, Nossa Senhora apareceu em um sonho ao Papa Libério e ao patriciano Giovanni, pedindo-lhes que construíssem uma igreja em sua honra num lugar que ela indicaria por um milagre. Na manhã seguinte, uma queda de neve cobriu o Morro Esquilino. Ali o papa desenhou o perímetro da nova igreja, e João providenciou seu financiamento. Acima da igreja primitiva – da qual nada resta – o Papa Sisto III construiu a atual basílica (século V).

Todos os anos, em memória do milagre, a Festa de Nossa Senhora das Neves (também conhecida como Santa Maria Maior e Salus Populi Romani) é celebrada em 5 de agosto, com uma nevasca artificial.

Ó vós, humildes, olhai e alegrai-vos; vós que buscais a Deus, reanime-se o vosso coração, porque o Senhor ouve os necessitados, e seu povo cativo não despreza.Salmos 68, 33-34



Leia também:
Basílica de Santa Prassede, onde a Paixão termina em glória

* Em colaboração com o Escritório de Comunicação Social do Vicariato de Roma

Tags:
OraçãoViagem
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia