Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 19 Abril |
São Leão IX
home iconReligião
line break icon

Monge é condenado à prisão por praticar caridade cristã na Turquia

Perseguição aos cristãos

bioraven | Shutterstock

Reportagem local - publicado em 08/04/21

A mesma região foi uma das mais martirizadas durante o genocídio perpetrado pelos turcos otomanos contra os cristãos armênios

Monge é condenado à prisão por praticar caridade cristã na Turquia: trata-se do pe. Sefer Bileçen, que adotou o nome monástico de padre Aho. Ele é membro da Igreja Siríaca Ortodoxa e, conforme as regras da hospitalidade monástica, deu comida a um grupo de pessoas que bateram à porta do seu mosteiro.

Para o Ministério Público turco, no entanto, essas pessoas seriam militantes do PKK, o Partido dos Trabalhadores Curdos, uma entidade que luta pela independência dos territórios curdos e que é catalogada pelo governo da Turquia como grupo terrorista.

Monge é condenado à prisão por praticar caridade cristã na Turquia

O padre Aho passou quatro dias detido e acabou libertado provisoriamente por conta da pressão da opinião pública, mas agora foi condenado a 25 meses de prisão por “pertencimento ao PKK”, muito embora não seja curdo, e por “cooperação com grupo terrorista”. Detalhe: o julgamento foi realizado sem a presença do padre ou sem acesso de qualquer veículo de imprensa.

Segundo informações da rádio portuguesa Renascença, o monge nega todas as acusações e reitera que apenas praticou um ato de caridade cristã sem sequer saber da posição política dos visitantes.

O mosteiro em que aconteceu o episódio é o de Mor Jakup, ou São Tiago, em siríaco. Foi o próprio pe. Aho quem o restaurou após décadas de abandono, decorrentes da perseguição religiosa na região que é terra ancestral dos cristãos assírios ou siríacos. A mesma região também foi uma das mais martirizadas durante o genocídio perpetrado pelos turcos otomanos contra os cristãos armênios, cujo ápice foi registrado em 1915.




Leia também:
Chega às telas a epopeia do genocídio contra os cristãos armênios

Tags:
PerseguiçãoPolíticaReligião
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
4
BENEDICT XVI
Reportagem local
Em nova e extensa biografia, Bento XVI desmascara o atual “...
5
MARY, CRUSH, SNAKE
Desde la Fe
10 poderosas armas para lutar contra o demônio
6
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
7
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia