Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Diocese pede ajuda após erupção de vulcão no Caribe

Vulcão La Soufrière, São Vicente e Granadinas

Pixabay

Francisco Vêneto - publicado em 12/04/21

Teme-se que as atividades vulcânicas se prolonguem e aumentem risco de contágios pela covid-19 nos abrigos de emergência

Diocese pede ajuda após erupção do vulcão La Soufrière, na ilha caribenha de São Vicente. O território faz parte de São Vicente e Granadinas, um pequeno país composto por 32 ilhas e ilhotas no Mar do Caribe, das quais apenas 9 são habitadas. A capital, Kingstown, se localiza na maior e principal delas, que é justamente São Vicente. E é na parte norte dessa mesma ilha que se situa o vulcão agora em erupção.

A lava começou a ser expelida na manhã da última sexta-feira, 9. Neste domingo, 11, uma segunda grande explosão afetou o abastecimento de água e energia elétrica na ilha. O transporte rodoviário também sofreu limitações devido à queda de pedras e cinzas despejadas pelo vulcão. Teme-se que as atividades vulcânicas prossigam durante dias ou mesmo semanas, o que obrigaria o governo a manter abrigos de emergência nos quais aumentaria também o risco de contágios pela covid-19.

Diante deste panorama, a diocese católica de Kingstown pediu ajuda e orações via rede social:

“Enquanto continuamos rezando pela nossa nação, pedimos que todos se lembrem especialmente das pessoas que tiveram de ser deslocadas”.

Diocese pede ajuda após erupção

A diocese informou ainda que existe “urgente necessidade” de colchões e roupa de cama, já que algumas escolas e igrejas abriram as portas para acolher os deslocados. A população foi convidada a deixar doações na Catedral da Assunção, situada na capital.

Cerca de 16 mil pessoas vivem na chamada “zona vermelha” das proximidades do La Soufrière, a maioria das quais já foi evacuada.

O vulcão havia entrado em erupção pela última vez em 1979, mas o episódio de atividade vulcânica mais grave registrado nos últimos 120 anos ocorreu em 1902, quando 1.600 pessoas morreram.

Tags:
Igrejasolidariedade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia