Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Para Ela
separateurCreated with Sketch.

Falar sobre si mesmo traz inúmeros benefícios para o casamento

friends

Antonio Guillem

Mathilde de Robien - publicado em 16/04/21

Veja como você pode fortalecer seu relacionamento

Falar sobre si mesmo é um desafios para muitos. No entanto, conversar sobre nós mesmos, nossos desejos e nossas dificuldades são oportunidades para nos conhecermos melhor, nos entendermos e, consequentemente, nos amarmos melhor.

A conselheira matrimonial Emmanuelle Bosvet disse à Aleteia que os casais devem reservar um tempo para se abrirem um para o outro, para falar sobre si mesmo, revelar suas necessidades, suas aspirações mais profundas e suas emoções.

De fato, fazer isso evidencia algo real e verdadeiro sobre você, e é necessário para que os casais cresçam em união. “Com a conversa, nos aproximamos do mistério do outro, tomamos conhecimento de seus desejos, descobrimos pedaços de seu jardim secreto”, disse Bosvet.

Falar sobre si e se dedicar ao outro

Além disso, passar um tempo “sincero” regularmente com seu cônjuge é uma grande vantagem a longo prazo. Não importa o quão próximo um casal seja, eles inevitavelmente sentirão mais ou menos tensão ao lidar com assuntos tão diferentes, como escolher o destino para as próximas férias, a incapacidade de um dos dois em arrumar as coisas ou mesmo um caso de infidelidade.

Se um casal está acostumado a falar em profundidade, a falar sobre si mesmo, a discutir assuntos íntimos, então eles estarão mais preparados e capazes de se comunicar em tempos de crise.

Sem essa habilidade, que se adquire mais facilmente durante os períodos de calma, os cônjuges correm o risco de se isolar e se cortar de qualquer comunicação, o que só vai agravar o conflito. “As crises devem ser enfrentadas juntos”, enfatiza o Papa Francisco em sua encíclica Amoris Laetitia (parágrafo 234).

Silêncio covarde

Isso nem sempre é fácil, “já que as pessoas às vezes se retraem para evitar dizer o que sentem; eles se retiram em um silêncio covarde ”, observa ele. “Nessas horas, torna-se ainda mais importante criar oportunidades para falar de coração a coração. A menos que um casal aprenda a fazer isso, eles acharão cada vez mais difícil com o passar do tempo. ”

“A comunicação é uma arte que se aprende nos momentos de paz e se pratica nos momentos de dificuldade”, prossegue. É por isso que é particularmente útil aprender imediatamente a conversar com nosso cônjuge sobre o que realmente está acontecendo conosco. É uma forma de antecipar a resolução de conflitos futuros e, consequentemente, de reduzir os períodos de silêncio em prol de uma maior harmonia conjugal.

Tags:
CasamentoComunicaçãoFamília
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia