Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 17 Maio |
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Freira católica falecida por covid é premiada até por governo muçulmano

Irmã Ruth Lewis, freira católica "mãe dos esquecidos" no Paquistão

YouTube | Captura de Tela

Francisco Vêneto - publicado em 20/04/21

Irmã Ruth Lewis, chamada de "mãe dos esquecidos", dedicou a vida aos pobres e deficientes mentais

Freira católica falecida por covid-19 em 2020 no Paquistão, a irmã Ruth Lewis, conhecida como a “mãe dos esquecidos”, recebeu do governo paquistanês o prêmio póstumo Sitara-e-Imtiaz (“Estrela da Excelência”), uma das maiores honrarias civis do país. O prêmio é concedido a quem presta serviços relevantes e meritórios à nação.

A irmã Ruth foi missionária durante 52 anos no Paquistão, dedicando-se aos mais pobres independentemente de religião ou classe social. No começo de julho de 2020, ela trabalhava no centro de acolhimento Dar-ul-Sukun, voltado a cuidar de pessoas com deficiência mental, quando 21 crianças da instituição testaram positivo para a covid-19. Era preciso, no entanto, continuar a lhes prestar os serviços fundamentais – e a irmã Ruth o fez, adotando as medidas de prevenção disponíveis. Contagiada e colocada em tratamento no dia 8 de julho, a missionária acabou partindo para a Casa do Pai em 20 de julho de 2020.

Arcebispo emérito de Karachi, a metrópole paquistanesa, o cardeal Joseph Coutts declarou à agência Fides:

“Somos gratos à irmã Ruth Lewis e às irmãs da congregação religiosa dos Missionários Franciscanos de Cristo Rei (FMCK) pelo seu grande trabalho com as crianças abandonadas. Em 1959, as irmãs responderam à crescente necessidade verificada na cidade portuária de Karachi, no sul do Paquistão, aceitando assumir e servir às crianças com deficiências físicas e mentais.

Após a morte da fundadora da casa de acolhimento, que foi a irmã Gertrude Lemmens, a irmã Ruth Lewis assumiu a responsabilidade de administrar a casa que dependia de doações de benfeitores e apoiadores. Graças ao seu trabalho paciente e constante, Dar-ul-Sukun, aquela Casa da Paz e do Amor, cresceu e se tornou uma das maiores instituições dessa área de atuação nesta cidade de mais de 21 milhões de habitantes.

A irmã Ruth era uma pessoa muito tranquila e humilde, tinha uma enorme energia para servir a essas pessoas mental e fisicamente deficientes. Ela era bem conhecida na sociedade civil e entre as ONGs da sociedade civil em Karachi. Na cidade, ela era conhecida como a ‘mãe dos esquecidos’. E ela demonstrou isso até o último suspiro”.

Freira católica falecida por covid é premiada por governo muçulmano

O prêmio “Estrela da Excelência” foi anunciado pelo governo do país no Dia do Paquistão, 23 de março de 2021, e quem o recebeu em nome da irmã Ruth foi Cookie, uma das crianças abandonadas que a religiosa católica acolheu e que hoje faz parte da equipe do Dar-ul-Sukun. Cookie declarou sobre a irmã Ruth:

“A irmã Ruth era a mãe de todas as crianças do Dar-ul-Sukun. Ela cuidou de todos nós como uma mãe cuida de seus filhos”.

Esta não foi a primeira vez que o Paquistão reconheceu os meritórios serviços da irmã Ruth Lewis. Em 2014 ela já havia recebido o prêmio “Orgulho de Karachi”, pelo seu trabalho junto às “crianças especiais”, e, em 2018, o prêmio “Hakim Mohammad Saeed”, do governo da província de Sindh, pelos seus “serviços em prol da humanidade”. Na ocasião, a casa Dar-ul-Sukun comemorava os seus 50 anos de fundação e o governo provincial financiou a construção de um prédio de três andares para permitir que a casa continuasse recebendo crianças necessitadas, em número crescente.

É particularmente relevante observar os reconhecimentos prestados à irmã Ruth Lewis por instituições governamentais do Paquistão ao se considerar que o país é oficialmente muçulmano e tem ficado tristemente famoso pelas suas famigeradas “leis anti-blasfêmia”, instrumentalizadas com frequência para perseguir cristãos. Saiba mais a respeito acessando os artigos recomendados abaixo:

Tags:
CaridadeCovidfreirasIgreja CatólicaMuçulmanos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
2
Soutane de Jean Paul II/attentat
Marzena Wilkanowicz-Devoud
Onde está a batina manchada de sangue de João Paulo II?
3
Nossa Senhora de Fátima pede rezar o terço
Padre Reginaldo Manzotti
As 3 principais atitudes que Nossa Senhora de Fátima nos pediu
4
Irmã Lúcia, de Fátima, e o Papa São João Paulo II
Francisco Vêneto
O terço “funciona”, garante a Irmã Lúcia, de Fátima: ...
5
Philip Kosloski
5 revelações surpreendentes do “terceiro segredo” de ...
6
POPE AUDIENCE JUNE 26; 2019
Philip Kosloski
Quanto é o salário de um papa?
7
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia