Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Por que devemos rezar “Senhor, eu creio, mas aumentai a minha fé”?

MODLITWA

SewCream | Shutterstock

Mário Scandiuzzi - publicado em 21/04/21

Mesmo os discípulos, que conviveram com Jesus, foram muitas vezes repreendidos pelo mestre por causa da falta de fé.

Em todos os momentos, principalmente nos mais difíceis, devemos recorrer a esta pequena oração: “Senhor, eu creio, mas aumentai a minha fé”.

De fato, não tem sido fácil enfrentar esse período de pandemia. A Covid-19 tem feito muitas vítimas, deixando famílias em luto por seus entes queridos, vítimas dessa doença.
Muitas vezes, diante desse cenário, nossa fé pode ficar abalada. Somos humanos, fracos e caímos com frequência.

Mesmo os discípulos, que conviveram com Jesus, foram muitas vezes repreendidos pelo mestre por causa da falta de fé.

Mas temos um Deus que renova a nossa força, a nossa esperança.
Deus quer a vida, e não a morte. Deus quer a conversão dos pecadores e não a condenação. E Jesus nos ensinou:

“Eu vim para que as ovelhas tenham vida, e para que a tenham em abundância” (João 10, 10).

Devemos clamar o Espírito Santo, para que Ele transforme a nossa vida, renove nossa esperança e a nossa fé. Por mais que os dias atuais sejam de dúvidas e incertezas, não podemos perder a esperança de que Deus está ao nosso lado.

O Salmo 22 nos mostra que

“ainda que atravesse o vale escuro, nada temerei, pois estás comigo” (v. 4).

Por isso devemos rezar sempre esta pequena oração: “Senhor, eu creio, mas aumenta a minha fé!”

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia