Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Março |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Padroeira das empregadas domésticas, Santa Zita é celebrada hoje

Santa Zita

Public Domain

Reportagem local - publicado em 27/04/21

Ela era alvo frequente de zombarias e perseguições de outros criados

Padroeira das empregadas domésticas, Santa Zita é celebrada pela Igreja no dia 27 de abril.

Nascida nos arredores de Lucca, Itália, em 1218, ela teve de trabalhar desde os 12 anos de idade na casa de uma família rica, onde permaneceu durante nada menos que 48 anos.

Relatos populares

Conta uma tradição popular que, certa vez, ela deixou de lado durante alguns momentos o trabalho na cozinha porque foi ajudar uma pessoa necessitada. Outros servos da família foram delatá-la, mas, na hora de conferir a ausência de Zita na cozinha, a família encontrou anjos fazendo o seu trabalho.

Relatos piedosos à parte, o que se sabe é que Zita passou a contar com relativa liberdade para ajudar aos pobres. Ainda assim, também se sabe que ela era alvo frequente de zombarias e perseguições de outros criados.

Durante um período de crise econômica e fome entre a população, Zita começou a repartir a sua comida com os pobres. A fila de necessitados era tamanha, porém, que outro relato popular afirma que as reservas de grãos da família se esgotaram, mas, quando os senhores foram verificar, acharam os depósitos inexplicavelmente cheios.

Outros relatos populares abundam sobre a santidade de Zita. Segundo um deles, houve uma véspera de Natal em que ela encontrou um homem tremendo de frio à porta da igreja de são Frediano e lhe emprestou um manto caro pertencente a seus senhores, mas, no fim da Missa, em vez de devolver o manto, o homem havia sumido. O senhor da casa se enfureceu com Zita, mas, pouco depois, um ancião forasteiro devolveu o manto. Dali em diante, a porta de São Frediano passou a ser chamada de Porta do Anjo.

Padroeira das empregadas domésticas

A fama de santidade de Zita se consolidou rapidamente após o seu falecimento, ocorrido em 27 de abril de 1278.

Os restos mortais da santa italiana se encontram num capela da igreja de São Frediano, em Lucca, especialmente dedicada a ela.

Santa Zita é venerada em muitos países como a padroeira das trabalhadoras domésticas.

Tags:
SantosTrabalhoVirtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia