Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 01 Março |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Não somos números para Deus: somos filhos, mas o mundo não entende

COPACABANA

Fabio Alarico Teixeira | Anadolu Agency via AFP

Reportagem local - Pe. Gabriel Vila Verde - publicado em 03/05/21

"Quem nos vê como números é o mercado trabalhista, os políticos, os contadores de mortos da televisão"

Não somos números para Deus: somos filhos, embora o mundo não entenda. Quem recorda este fato básico da fé cristã é o pe. Gabriel Vila Verde, que publicou em sua rede social o seguinte comentário:

“Estava lendo os comentários de uma notícia sobre as vítimas da pandemia, e uma pessoa dizia mais ou menos assim: ‘Somos apenas números, somos facilmente substituídos. É preciso encarar esta realidade‘.

Hoje, pela manhã, li o Evangelho que nos diz exatamente o contrário! Jesus, Nosso Senhor, foi à casa do Pai, preparar um lugar para nós. Ou seja, nós não somos números. Somos PESSOAS, somos a imagem e semelhança de Deus, somos únicos”.

Não somos números para Deus

O padre prosseguiu, diferenciando:

“Quem nos vê como números é o mercado trabalhista, os políticos, os contadores de mortos da televisão, etc. Para Deus, eu não sou um número, mas sim um filho. Um filho que Ele criou, redimiu e ainda quis preparar um lugar no Céu.

Feliz aquele que tem a graça de dormir e acordar com a firme consciência, com a firme convicção de que não está à toa neste mundo.

Você não é um número, como diziam os soldados nazistas. Você é um cristão, batizado, filho de Deus”.

Tags:
CovidDeusIdeologiaPandemia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia