Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 21 Setembro |
home iconEstilo de vida
line break icon

Por que ser mãe/pai aumenta nossa criatividade?

PLAYING WITH CHILD

Shutterstock

Michael Rennier - publicado em 11/05/21

Ser mãe/pai é um grande ato de criatividade - de mais maneiras do que você pode imaginar

Muitas vezes na vida, o conceito de se tornar mãe – ou pai, devo acrescentar – está ligado a uma certa identidade muito séria e prática: uma pessoa zelosa, responsável e trabalhadora.

As pessoas acham que a vida antes dos filhos é só brilho e glamour. E depois que eles chegam, a vida seria apenas rigor e seriedade.

Mas isso simplesmente não tem sido minha experiência, seja como pai ou enquanto vejo como minha esposa cresceu em sua identidade como mãe. Com as crianças, tudo é muito mais emocionante na vida.

G.K. Chesterton, em sua autobiografia, conta como seu pai era um homem extremamente criativo, projetando e construindo todos os tipos de brinquedos e dispositivos para seus filhos brincarem.

Ele parecia ser um homem perfeitamente normal para todos os outros. Por fora, ele era um homem comum. Mas dentro de casa, diz Chesterton, seu pai era, “o Homem com a Chave de Ouro, um mágico que abre os portões de castelos de duendes ou sepulcros de heróis mortos”.

Vida plena interior

Uma pessoa não precisa ser um artista profissional ou do tipo criativo para ter uma vida bonita. Na verdade, como Chesterton aprendeu, em tudo o que realmente importa, o interior é muito maior do que o exterior.

É essa vida interior, a beleza da alma, que é o domínio da maternidade e da paternidade. As crianças são uma obra de arte perfeita, uma expressão da alma de seus pais, um motivo para uma explosão de criatividade alegre.

Quando eu era mais jovem, costumava ser chato, mas agora mudei. Estou feliz por não ter que gastar todo meu tempo em atividades adultas. Em vez disso, depois do trabalho, posso jogar bola e construir rampas de terra para bicicletas. Eu me envolvo em atividades realmente sérias, como colar bonecos de papelão e fazer designs de glitter. Voltei a desenhar porque minha filha está mostrando talento artístico, então fazemos arte juntos.

Nossa família está trabalhando duro para formar uma banda para tocar covers do Coldplay. Eu pessoalmente testemunhei nossos filhos incentivando minha esposa em coisas novas como bordar e tocar violino.

Ser pai/mãe é um grande ato de criatividade. Quando digo isso, não quero dizer que não seja exaustivo, principalmente quando as crianças são muito pequenas. São longas noites, preocupações e muitos desafios. E é particularmente difícil para as mães, de quem os filhos exigem muito. Não há limites, um corpinho está sempre tocando o corpo da mãe, alguém que sempre precisa de você e não se importa se você está cansado. Nesse sentido, é uma vocação que exigente.

Suspeito que seja essa privação de energia a que as pessoas se referem quando imaginam que ser pai ou mãe é um trabalho enfadonho, mas mesmo esse sofrimento traz algo novo e belo.

Como princípio geral, a criatividade ocorre nas bordas, nos espaços de fronteira onde não estamos confortáveis. Pessoalmente, escrevo com mais perspicácia e profundidade quando estou fora da minha zona de conforto. Enquanto escrevo este artigo, ocorre-me que escrevo frutiferamente sempre que penso em meus filhos. Eles são uma fonte de inspiração para mim, e ser pai me tornou mais criativo e versátil como escritor.

Sofrer voluntariamente por outra pessoa – que é a própria definição de maternidade e paternidade – é amor. Arte também é amor. Os dois vão juntos. Artistas sofrem por sua arte. Eles se sacrificam por ela.

Ser pai/mãe é um compromisso total com a ideia de que a vida é uma obra de arte, uma experiência tão profunda e maravilhosa que, quanto mais expandimos nosso amor, mais belo se torna o mundo. Sua obra-prima é seu filho(a). Nada é mais lindo. Nada é mais inspirador. Mães e pais, diante de nós está um mundo de possibilidades.

Tags:
EducaçãoFamíliaFilhosMaternidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
3
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
4
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
HOLY COMMUNION
Reportagem local
A Santa Missa não pode ser trocada por orações pessoais: sem ela,...
7
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia