Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

O que aconteceu entre a ressurreição e a ascensão de Jesus?

ZMARTWYCHWSTANIE

Vivida Photo PC | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 12/05/21

São Leão, o Grande, explica o propósito do tempo decorrido entre a ressurreição e a ascensão

Um período de tempo fascinante no Evangelho são os dias que transcorrem entre a ressurreição e a ascensão de Jesus.

Jesus apareceu para muitas pessoas e caminhou com seus discípulos em várias ocasiões.

São Leão, o Grande, fornece uma rica meditação sobre este período de tempo na Bíblia em um sermão apresentado no Ofício de Leituras da Igreja.

Em particular, ele assinala vários temas espirituais que Jesus pode estar tentando destacar.

Fim do medo da morte

Amados, aqueles dias que transcorrem entre a Ressurreição do Senhor e sua Ascensão não passaram em um lazer monótono, mas grandes mistérios foram confirmados neles e profundas verdades foram reveladas. Naqueles dias, o medo da morte foi removido com todos os seus terrores, e a imortalidade não apenas da alma, mas também da carne, foi estabelecida. Naqueles dias, o Espírito Santo é derramado sobre todos os apóstolos por meio do sopro do Senhor sobre eles, e ao bendito apóstolo Pedro, colocado acima dos demais, são confiadas as chaves do reino e o cuidado do rebanho do Senhor.

A ressurreição de Jesus é afirmada

Amados, durante todo este tempo que decorreu entre a Ressurreição do Senhor e sua Ascensão, a Providência de Deus tinha isso em vista, para ensinar seu próprio povo e imprimir em seus olhos e em seus corações que o Senhor Jesus Cristo havia ressuscitado, ressuscitado tão verdadeiramente quanto ele nasceu, sofreu e morreu. Daí os mais abençoados apóstolos e todos os discípulos, que haviam ficado aturdidos com sua morte na cruz e relutantes em crer em sua ressurreição, foram fortalecidos pela clareza da verdade de que o Senhor entrou nas alturas dos Céus, e assim abandonaram a tristeza e se se encheram de grande alegria.

Promessa de esperança e alegria

Foi nessa época que o Senhor juntou-se aos dois discípulos como companheiro de viagem e, para varrer todas as nuvens de nossa incerteza, repreendeu-os pela lentidão de seus corações tímidos e trêmulos. Seus corações iluminados tomam a chama da fé e, por mais mornos que tenham sido, são incendiados enquanto o Senhor revela as Escrituras.

Foi verdadeiramente grande e indizível a causa de sua alegria, quando aos olhos da multidão sagrada a Natureza da humanidade se elevou: acima da dignidade de todas as criaturas celestiais, para passar acima das fileiras dos anjos e para se elevar além das alturas dos arcanjos, e ter sua elevação limitada por absolutamente nada até que, recebido para sentar-se com o Pai Eterno, e associado ao trono de Sua glória, a cuja Natureza foi unido o Filho.

Este período de tempo no Evangelho, embora muito curto, teve importância grandiosa.

Tags:
BíbliaJesusRessurreição
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia