Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Março |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Quem instituiu a Tradição da Igreja foi o próprio Jesus

Jesus e os Apóstolos: Ele instituiu a Tradição da Igreja

Alexas Fotos | CC0

Estátuas representativas de Jesus e Seus Apóstolos

Francisco Vêneto - publicado em 12/05/21

A Igreja Católica se rege com base em três pilares instituídos pelo Seu Fundador, Jesus Cristo

Quem instituiu a Tradição da Igreja foi o próprio Jesus. Depois da Ressurreição e antes de subir ao Céu, Ele voltou a aparecer aos Seus Apóstolos, visivelmente, e transmitiu a eles mais uma série de ensinamentos orais. A Sua Revelação, portanto, continuou a ser comunicada verbalmente aos primeiros discípulos para que, por sua vez, eles pudessem comunicá-la ao mundo.

Cristo mesmo foi enfático:

“Ide, pois, e fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.

Jesus instituiu a Tradição. Ou seja, determinou a pregação e a instrução a todos os povos, em todos os lugares e em todos os tempos, por meio da transmissão oral da Sua Revelação. E, além da doutrina, as Suas instruções aos Apóstolos contêm as diretrizes que eles deveriam implementar para organizar uma sociedade visível, uma instituição, que, ao longo dos séculos, custodiasse e continuasse propagando a transmissão do ensinamento d’Ele.

Quem instituiu a Tradição da Igreja foi o próprio Jesus

Em artigo publicado pelo site Radio Roma Libera, o jornalista católico italiano Roberto de Mattei observa, por exemplo, que a primeira Missa celebrada por São Pedro “seguiu meticulosamente as indicações de Cristo”.

De Mattei também recorda que esta sociedade visível que é a assembleia dos fiéis, ou seja, a Igreja Católica, se rege com base em três pilares instituídos pelo Seu Fundador, Jesus Cristo:

  • a hierarquia que Ele estabeleceu;
  • a doutrina que Ele ensinou;
  • os sacramentos que Ele instituiu.

Tradição preservada pela sucessão apostólica

Trata-se de uma unidade: se a doutrina de Jesus Cristo foi confiada por Ele próprio aos Seus Apóstolos para que a transmitissem a todos os povos, então a retidão dessa doutrina está vinculada à fiel sucessão apostólica, de modo que não se pode prescindir da hierarquia que garante a sua reta transmissão desde os tempos em que Cristo mesmo a pregou aos Apóstolos. Por sua vez, esta sucessão apostólica só é garantida pela validade dos sacramentos, já que, entre eles, a ordem sacerdotal só é transmitida validamente por um ministro que tenha sido, ele mesmo, validamente ordenado por outro anterior, também ordenado por um sucessor dos primeiros Apóstolos.

Fidelidade à Igreja, portanto, exige fidelidade à sua doutrina, à sua hierarquia e aos seus sacramentos.

Naqueles dias entre a Ressurreição e a Ascensão, Jesus garantiu aos Seus seguidores, isto é, àqueles que livremente abraçaram a Sua doutrina, aderiram à Sua hierarquia e acolhera os Seus sacramentos:

“Eu estarei sempre convosco até o fim dos tempos” (Mt 28, 20).

Tags:
DoutrinaIgrejaJesus
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia