Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 23 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco incentiva a natalidade: “sem famílias, sem futuro”

Papa Francisco incentiva natalidade

Andrew Medichini / POOL / AFP

Francisco Vêneto - publicado em 14/05/21

"Se as famílias não estão no centro do presente, não haverá futuro".

O Papa Francisco incentivou a natalidade afirmando que “uma sociedade que não acolhe a vida deixa de viver”. Ele falou aos participantes do fórum Estados Gerais da Natalidade, que está debatendo os baixos índices de nascimentos na Itália, país que tem hoje a taxa de natalidade mais baixa de toda a União Europeia.

O primeiro-ministo da Itália, Mario Draghi, participou do evento organizado pelo Fórum das Associações de Família.

Em seu discurso, o Papa declarou:

“Os dados mostram que a maioria dos jovens deseja ter filhos. Mas os seus sonhos de vida esbarram num inverno demográfico ainda frio e escuro: só a metade dos jovens acredita que conseguirá ter dois filhos ao longo da vida. A Europa está se tornando o ‘velho continente’ não mais pela sua história gloriosa, mas pela idade avançada dos seus cidadãos”.

Papa Francisco incentiva a natalidade

O pontífice prosseguiu:

“Este nosso país, onde todos os anos é como se uma cidade de mais de duzentos mil habitantes desaparecesse, atingiu em 2020 o menor número de nascimentos da unidade nacional: e não só por causa da covid, mas devido a uma tendência contínua e progressiva de queda, um inverno cada vez mais rigoroso. Para que o futuro seja bom, é preciso cuidar das famílias, principalmente dos jovens, assolados por preocupações que podem paralisar os seus projetos de vida”.

Francisco acrescentou que ele próprio também se preocupa com o desincentivo que o mundo profissional impõe às mulheres no tocante a terem filhos.

E encorajou os futuros pais e mães:

“As crianças são a esperança que faz um povo renascer! Finalmente a Itália decidiu transformar em lei um subsídio para cada criança nascida, que foi definido como único e universal. Manifestou o meu apreço às autoridades e espero que este subsídio venha ao encontro das necessidades concretas das famílias, que estão fazendo tantos sacrifícios”.

O Papa resumiu o panorama:

“Se as famílias não estão no centro do presente, não haverá futuro”.

Tags:
FamíliaFilhosPapa FranciscoVida
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia