Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 04 Março |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Ultrassom móvel diante de clínica de aborto: “é um bebê, não meras células”

Ultrassom móvel Pro-Life Utah

Pro-Life Utah | Facebook

Francisco Vêneto - publicado em 14/05/21

"Clínica móvel" oferecerá testes gratuitos de gravidez, ultrassom e aconselhamento sobre gestação, filhos e adoção

Pró-vidas instalarão ultrassom móvel diante de clínica de aborto para que as gestantes não sejam privadas do direito de verem o seu próprio bebê e ouvirem os seus batimentos cardíacos. Existem denúncias, afinal, de que vários centros de aborto evitam mostrar o bebê às suas “clientes”, já que, segundo estatísticas divulgadas pelo grupo Pro-Life Utah, dos Estados Unidos, “até 80% das mulheres que desejam abortar mudam de opinião e optam por ficar com o bebê quando veem a ultrassonografia”.

Trata-se do grupo pró-vida responsável pela iniciativa de disponibilizar uma clínica móvel de ultrassom e posicioná-la diante de uma das maiores clínicas de aborto do estado de Utah.

O site do Pro-Life Utah informa que a “clínica móvel de ultrassom Pregnancy Choice Utah” ficará disponível do lado de fora das instalações da Planned Parenthood Metro, em Salt Lake City. A Planned Parenthood é o maior conglomerado de clínicas de aborto dos Estados Unidos e um dos maiores do mundo.

Ainda segundo informações da equipe pró-vida, a clínica móvel oferecerá testes gratuitos de gravidez, ultrassom e aconselhamento sobre a gestação, a educação dos filhos e as possibilidades de adoção.

Todos os serviços serão prestados por “médicos formados e capacitados em atendimento ao cliente”.

Ultrassom móvel diante de clínica de aborto

Um dos objetivos da iniciativa é desmascarar “a mentira do grupo de células”, ou seja, a narrativa ideológica e anticientífica segundo a qual o bebê em gestação não é um bebê em gestação, mas sim um mero “montinho de células” genérico e não identificado. Mediante o ultrassom, as mulheres atendidas “podem perceber que é um bebê”.

Mary Taylor, presidente da Pro-Life Utah, informa que o equipamento de ultrassom da clínica móvel foi doado pelos Cavaleiros de Colombo:

“Eu tenho que agradecer aos Cavaleiros de Colombo. Eles arrecadaram o dinheiro e doaram equipamentos de ultrassom para centros de recursos para gravidez em todo o estado e em todo o país. Ficamos muito agradecidos por ser beneficiários deste projeto”.

De fato, os Cavaleiros de Colombo têm doado equipamentos de ultrassom desde 2009 para centros de atendimento a gestantes em diversos países e não apenas nos Estados Unidos. Os conselhos estaduais e locais dos Cavaleiros em território norte-americano arrecadam 50% do custo dos equipamentos e o Conselho Supremo da entidade completa a outra metade. Já no caso específico das unidades médicas móveis, o Conselho Supremo banca 100% do custo dos aparelhos de ultrassom.

O equipamento número 1.000, aliás, foi doado a uma antiga clínica de aborto que virou clínica médica: a Mother of Mercy Free, no estado da Virgínia.

Tags:
AbortoCiênciaIdeologiaVida
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia