Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Março |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Você já contou a sua história para você mesmo(a)?

WOMAN

By ShutterDivision | Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 17/05/21

É você quem decide se nos percalços de sua história, diante dos seus sofrimentos e dos legados deixados por eles, você colocará vírgula ou ponto final

Neste artigo, vou falar sobre a importância que é contar a sua história para você mesmo(a), sob a perspectiva do hoje.

Quando você vive uma situação difícil, ela automaticamente é gravada em seu coração e em seu cérebro. Cada sofrimento pelo qual você passa deixa um legado dentro de você quando você se permite aprender com ele.

Consequentemente, esse legado gera um grande aprendizado, mas também pode ser um gerador de dor e insegurança. Sem perceber, você fica mais blindado(a) e reativo(a), o que te impede de se abrir para vivenciar o novo. E não se culpe por isso, é natural que estes bloqueios surjam, como forma de proteção. Como forma de proteger o seu coração. 

E como é que você consegue mudar isso? Sabe como? Conversando com a sua história! Todos nós temos a nossa história, todos nós somos uma grande história. Quando você olha para a sua história, você consegue relê-la, e você consegue contar a sua história com o olhar do hoje. 

A importância de recontar a própria história

Quando nos contamos a nossa história, não se esqueça, de alguma forma estamos “viciados” em manter a versão original, na mesma perspectiva talvez de anos a trás. Mas como seria você contar sua história para você, com um olhar do hoje?

Contá-la sob uma nova perspectiva, considerando todos os teus aprendizados, as tuas quedas e os teus sucessos? Como seria contá-la novamente a você mesmo(a), considerando que hoje você está mais intimo(a) de si mesmo?

Recontar a sua própria história a você mesmo, sob uma nova perspectiva, além de você ter mais respaldo, você não muda sua história. Mas você consegue acolhê-la, e perceber que aquilo que você não tinha lá atrás hoje você pode ter. 

Vírgula ou ponto final?

É você quem decide se nos percalços de sua história, diante dos teus sofrimentos e dos legados deixados por eles, você colocará vírgula ou ponto final. Colocar uma vírgula é dar-se a chance de recontar e até mesmo ressignificar sua história sob uma nova perspectiva num futuro breve. Optar pelo ponto final é decretar a si mesmo(a) que não é possível recontar a sua história sob uma nova perspectiva, e consequentemente receber o novo em sua vida.

Acolha a sua história do jeito que ela é. Não mude nenhum detalhe, afinal todos os detalhes fazem parte de você. Mas opte pela vírgula, e não pelo ponto final.

Clique aqui e conheça mais sobre a autora deste artigo

Tags:
Psicologia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia