Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 03 Março |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Cultivando os dons do Espírito Santo no dia a dia: a piedade

shutterstock_1272110437.jpg

DODOMO I Shutterstock

Isabelle De Ché - publicado em 21/05/21

Através do dom da piedade, O Espírito Santo nos traz a doçura de que o mundo tanto precisa

O dom da piedade nos permite estar em profunda conexão com Deus. “O dom da piedade ajuda o batizado a reconhecer Deus como seu pai”, indica Pascal Fagniez, sacerdote da comunidade Emanuel. 

Muitas vezes, temos uma ideia precisa de Deus Criador e Salvador, mas é mais difícil para nós imaginá-lo tão grande – até distante – como nosso pai. E, no entanto, é isso que o dom da piedade nos concede: uma atitude filial que faz de cada um dos batizados um filho de Deus. 

“Como acontece com o filho para com os pais, constrói-se uma atitude cristã de respeito a Deus”, explica o padre Pascal, vigário na região de Toulouse, na França. 

Uma relação de confiança e ternura se estabelece entre os filhos e seu pai. Isso resulta em “uma proximidade filial com Deus, uma capacidade de orar a Ele com amor e simplicidade”, especifica o Papa Francisco. “Este vínculo de filiação dá sentido a toda a nossa vida e mantém-nos sólidos, em comunhão com Ele, também nos momentos mais difíceis”.  

Piedade e paternidade

Para entrar nesta relação pai-filho com Deus, invoquemos o Espírito de piedade. “Não tentemos acolher esta relação por nossa vontade”, recomenda o sacerdote de Toulouse. É uma doação gratuita. Peguemos nossa Bíblia e leiamos as passagens nas quais Deus se revela como Pai: a transfiguração de Jesus, seu batismo. “Este é o meu filho amado em quem coloquei todo o meu amor”. 

Não hesitemos em recordar as figuras paternas/maternas que nos marcaram: um pai, uma madrinha, um avô, um padre ou um educador. Para o padre Fagniez, “tivemos, de uma forma ou de outra, a experiência de quem se inclinou sobre nós, nos educou”. Essa releitura nos dispõe à gratidão, ao elogio.

Com nossos irmãos e irmãs

Visto que somos filhos do mesmo Pai, nosso relacionamento com os outros é enriquecido. Como o dom da piedade nos faz crescer no amor de Deus, nos faz crescer também na comunhão com os irmãos. Podemos então “alegrar-nos com os alegres, chorar com os que choram, estar perto dos que estão sozinhos ou em angústia, corrigir os que se enganam, consolar os aflitos, acolher e ajudar os necessitados ”, acrescenta o Papa Francisco. 

O Espírito de piedade nos traz a doçura de que o mundo tanto precisa.

Tags:
Dons do Espírito SantoEspírito SantoPentecostes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia